Washington Post rotula Brasil como um “super spreader event” de COVID-19 que ameaça toda a América do Sul

Em um artigo publicado nesta segunda-feira (05/04), o jornal “The Washington Post” classificou o Brasil como um “super spreader event (ou em um bom português, um super evento de disseminação) da COVID-19 para toda a América do Sul. Assim, o papel de pária global que o Brasil passou o ocupar por outras ações desastradas do governo Bolsonaro ganha agora o reforço do papel cumprido pelo nosso país no agravamento da pandemia da COVID-19 em toda a América do Sul.

superspreader

A matéria assinada pelos jornalistas Lucien Chauvin, Anthony Faiola e Terrence McCoy mostra, por exemplo, a situação dramática instalada no Paraguai pela rápida penetração da variante P1 surgida em Manaus em território paraguaio já que é quase impossível impedir a circulação de pessoas contaminadas na fronteira de mais de 1.000 km que separa os dois países. O mesmo problema se repete em todos os países que possuem fronteiras com o Brasil.

superspreader 1

As pessoas passaram pela Praça Internacional no mês passado na divisa entre Santana do Livramento, no Brasil, e Rivera, no Uruguai. (Diego Vara / Reuters)

A situação no Peru, que também possui uma fronteira considerável com o Brasil, também é dramática com o sistema hospitalar peruano chegando ao ponto de colapso por causa da virulência da variante P1.  César Salomé, um médico peruano que atua na linha de frente do combate à COVID-19 em um hospital localizado em Lima, o caos que está sendo disseminado a partir do Brasil deixou de ser um problema só dos brasileiros, para se tornar um problema global. 

A reportagem aponta ainda que a variante P1 está se espalhando rapidamente por todos os países da América do Sul, apesar dos crescentes esforços para fechar as fronteiras com o Brasil.  O aumento dramático dos casos de contaminação pela P1 certamente é apenas um dos muitos elementos decorrentes da política negacionista adotada pelo governo Bolsonaro desde o início da pandemia.  O problema agora é saber como nossos vizinhos reagirão ao fato de que seus sistemas de saúde irão colapsar por causa do descaso do governo brasileiro com o controle da pandemia.

Enquanto isso, aqui no Brasil ainda temos que assistir à disputas incríveis por parte daqueles que querem templos e escolas de frequentadores. Do jeito que a coisa vai, os brasileiros vão ficar isolados dentro do território nacional por muito tempo.

Um pensamento sobre “Washington Post rotula Brasil como um “super spreader event” de COVID-19 que ameaça toda a América do Sul

  1. […] Washington Post rotula Brasil como um “super spreader event” de COVID-19 que ameaça toda a Amé… […]

Deixe uma resposta para Washington Post rotula Brasil como um “super spreader event” de COVID-19 que ameaça toda a América do Sul – Mágica Mistura✨ Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s