VERACEL é acusada de contaminar lençol freático e afluente do Rio Sapucaeira

Moradores do Itapoã estariam tomando banho e consumindo peixes de águas contaminadas

Afluente-Rio-Sapucaeira-1

Uma grave denúncia de contaminação do lençol freático e contaminação de um afluente do Rio Sapucaeira provocado pelo uso de defensivos agrícolas no viveiro da Veracel, foi enviada para o Futucando Notícias contendo informações detalhadas e alertando sobre os graves riscos para a vida humana e ambiental, chamando a atenção das autoridades que precisam investigar de forma urgente os graves impactos ambientais causados pela Veracel, devendo também, segundo a fonte, verificar os relatórios anteriores e se existirem atuais, mostrando a contaminação ocorrida e os desvios feitos para que os alertas fossem ignorados.

Os lençóis freáticos são grandes extensões de água que ficam abaixo da superfície do solo, e que constituem grande parte da água doce potável do planeta.

A denúncia alerta ainda, que moradores do bairro Itapoã estariam tomando banhos e consumindo peixes de uma lagoa que também estaria contaminada com defensivos agrícolas e se localiza nos fundos do viveiro da Veracel.

Veja as informações detalhadas sobre o impacto ambiental, segundo a fonte da denúncia:

Durante auditoria do FSC/ Cerflor, realizada na Veracel em Agosto de 2015, foi identificado pelos auditores nas análises das águas subterrâneas (há poços de monitoramento do lençol freático dentro do Núcleo florestal da Veracel), que o lençol freático da área do Núcleo Florestal estava contaminado com adubos e defensivos químicos que eram usados nas aplicações dentro do viveiro da multinacional.

Veja fotos:

Para evitar a perda do selo de Certificação, a Veracel fez um revestimento em 2016, conforme fotos abaixo, mas somente na parte interna do seu viveiro de produção de mudas, não se importando com o meio ambiente e vidas em perigo, se preocupando apenas com o custo que era altíssimo para fazer em toda área do viveiro. A parte externa era muito grande e não foi realizado este revestimento, com isso os resíduos químicos que caem no solo continuaram e continuam contaminado o lençol freático.

Há um tanque de captação dentro do Núcleo florestal da Veracel que recebe toda água de defensivos químicos e a água deste tanque é lançada em “plantios Experimentais” que ficam ao lado.

O problema  é que as águas destes plantios caem direto em um afluente do Rio Sapucaeira, onde não há análise da Veracel para saber o real impacto destas águas para famílias ou pessoas que fazem uso abaixo do ponto em que estas águas contaminadas são despachadas pela empresa Veracel. Podem verificar que a Veracel não tem análise da qualidade da água que seguem do ponto onde caem para baixo, os gestores não estão nem ai com a saúde de quem está usando a água. Conforme informações de Vigilantes da Veracel, há muitos moradores do bairro Itapuã tomando banho e pescando nas águas de uma represa localizada nos fundos do viveiro. Outro problema grave são as águas de chuvas com graxa, óleos e demais contaminantes que vem do bairro itapuã e caem dentro destes efluentes.

Segundo a fonte da denúncia, a empresa Veracel nunca fez nada para resolver este Impacto Ambiental que segue contaminando peixes e espécies aquáticas que habitam neste afluente do Rio Sapucaeira.

Ainda de acordo com a fonte, em auditoria realizada em agosto de 2015, um auditor solicitou que a Veracel fizesse um estudo sobre os impactos ambientais da contaminação do solo e sobre as águas lançadas no afluente do Rio Sapucaeira. Pediu ainda para verificar se havia Morte dos Polinizadores pelas aplicações de defensivos e nunca foi feito tal estudo.

Os agentes polinizadores são fatores bióticos ou abióticos que garantem o transporte de pólen, possibilitando, assim, a propagação de espécies vegetais. Nas gimnospermas e angiospermas, a reprodução sexuada envolve um processo conhecido como polinização.

Será que realmente esta empresa está preocupada com o meio ambiente e a sociedade com diz em seus noticiários e jornais impressos?

Perigo ARSENAL NA:

Por: Jean Ramalho

_______________________________________________________________

Este artigo foi originalmente publicado pelo site Futucando Notícias [Aqui!]