Desobramentos geográficos e ambientais do Marco Temporal e do PL 490

wp-1633921073970

A Associação dos Geógrafos Brasileiros – Seção Porto Alegre [AGB-PoA] e o GT ECOlutas da Rede de Pesquisadores em Geografia (Sócio)Ambiental [RPG(S)A] convidam para um diálogo sobre as repercussões e os desdobramentos geográficos e ambientais da tese do Marco Temporal Indígena e de uma possível aprovação do Projeto de Lei 490/2007.

Para isso, contaremos com a participação de Culung Teie, cacica da Retomada Xokleng Konglui, na FLONA de São Francisco de Paula (RS), que esteve em Brasília no Acampamento Luta pela Vida e na Marcha das Mulheres Indígenas; de Eliel Benites, professor da Faculdade Intercultural Indígena da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e primeiro indígena doutor em Geografia no Brasil; e de Camila Salles de Faria, doutora em Geografia pela USP, ex-integrante do Centro de Trabalho Indigenista (CTI) e atualmente professora da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). A mediação ficará a cargo de Dilermando Cattaneo, atual diretor da AGB-PoA, membro do GT ECOlutas e da RPG(S)A e professor do Campus Litoral Norte da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS Litoral).

Esse debate ocorrerá na *quinta-feira, dia 21/10, às 19:00*, com transmissão pelo Canal do YouTube da AGB-PoA:
*https://youtube.com/c/AGBPortoAlegre*

Divulgue e Participe!