Na invasão tucana do congresso, PT mostra que só bate em movimentos de esquerda

Galeria do Plenário da Câmara é palco de tumulto durante a votação da mudança da meta fiscal Foto: Givaldo Barbosa / Agência O Globo

A invasão das galerias por um punhado de pessoas que impediram a lei que possibilita ao governo Dilma ampliar o seu déficit em 2014, algo mais interessante ficou provado para mim, qual seja, o fato de que o PT só usa a força bruta para conter as reivindicações de movimentos sociais de esquerda! É que desde Lula e a criação da inconstitucional “Força Nacional”, qualquer ameaça de mobilização é respondida com a força bruta, bombas e balas de borracha.

Mas ontem no congresso nacional, o PSDB e o DEM trouxeram seus correligionários (ou seriam funcionários) para postergar a votação da lei que permite o afrouxamento da meta fiscal de 2014 e foi preciso que Renan Calheiros mandasse a polícia legislativa para tentar retomar o controle das galerias.

Esse tipo de situação mostra que há uma chance de, em nome da governabilidade, que Dilma Rousseff aprofunde sua guinada à direita e aprofunde ainda mais a repressão contra os manifestantes, de esquerda, é claro! A ver!