A Rede Globo acabou na seção de comentários do The Guardian

guardian2016-04-23

Acostumados a mandar e desmandar no Brasil, os donos da Rede Globo estão pagando um mico mundial ao terminarem na seção de comentários do jornal britânico “The Guardian”. É que movidos por uma repentina necessidade de direito de resposta (que no Brasil negam de forma inclemente aos que são retratados negativamente em sua “cobertura jornalística”) os donos da Rede Globo, personificados no Sr.  João Roberto Marinho,  que se apresenta como o chefe do comitê editorial do O Globo, decidiram enviar uma resposta ao artigo assinado por David Miranda intitulada ” The real reason Dilma Rousseff’s enemies want her impeached” (Aqui!)

Pois bem, os diretores do “The Guardian” não se fizeram de rogados, e postaram a resposta do Sr. João Roberto Marinho na seção de comentários, como mostra a imagem abaixo.

comments-globo-e1461505689773

Em termos bastante simples, a toda poderosa Rede Globo (pelo menos aqui no Brasil) teve que se contentar a ser mais uma leitora do “The Guardian”, já que teve sua resposta postada no mesmo local destinado aos leitores individuais. E, pior, quem for ler a repercussão da “resposta” de João Roberto Marinho, vai ver que a emenda saiu muito pior que o soneto.

Como dizia Paulo Francis, só um louco manda carta para um jornal. Pois bem, João Roberto Marinho mandou e se prestou a um papelão internacional.