Greve de trabalhadores a outra face do “farinha pouca, meu pirão primeiro” do Porto do Açu

IMG-20191106-WA0009-1.jpgTrabalhadores das empresas Andrade Gutierrez e Acciona no Porto do Açu estão mobilizados para lutar por seus direitos trabalhistas

A implantação e o funcionamento do Porto do Açu no litoral norte do Rio de Janeiro têm sido marcados pela eclosão de movimentos paredistas organizados por trabalhadores que denunciam de tempos em tempos a realização de demissões em massa sem que sejam pagos os direitos  trabalhistas devidos.

Após algum tempo de aparente calmaria no interior do Porto do Açu,  há desde ontem (06/11) um forte movimento que impede a chegada dos trabalhadores no interior do megaempreendimento construído pelo Grupo EBX do ex-bilionário Eike Batista e hoje controlado pelo fundo de “private equity” EIG Global Partners.

Segundo o Portal OZK, o movimento paredista iniciado ontem é realizado por trabalhadores das empresas Andrade Gutierrez e Acciona que se mobilizam por causa do descumprimento de direitos devidos em processos de demissão. 

Essa situação vai de encontro à imagem cuidadosamente pintada de que o Porto do Açu seria uma espécie de redenção para os problemas sociais existentes em São João da Barra e nos municípios que o circundam.  A verdade é que, mais uma vez, os trabalhadores do porto são obrigados a impedir o seu funcionamento para garantir o pagamento de direitos.

Essa não é a primeira vez que isto ocorre e, muito provavelmente, não será a última. É que como no caso das desapropriações, o que vale é o lema do “farinha pouca, meu pirão primeiro”.  Como no caso dos agricultores desapropriados por Sérgio Cabral, os trabalhadores do Porto do Açu são aquelas que ficam sem a farinha e o pirão.

Portal OZK: Falha faz equipamento da FCC adernar no Porto do Açu

Falha em bomba faz Caixoneiro Mar Del Enol da FCC inclinar no Porto do Açu, em São João da Barra

Por LEONARDO FERREIRA 

SJB_pilar_estrutura_fcc_afundando_pier_porto_acu1_pozk

As primeiras informações que chegam a redação do Portalozk.com dão conta de que o Caixoneiro Mar Del Enol da FCC, no Complexo Portuário do Açu, está afundando.

A estrutura, situada em um dos píeres do Porto do Açu, em São João da Barra, ficou bem inclinada na tarde desta quinta-feira (11), o que assustou trabalhadores no local.

Caixoneiro Mar Del Enol é uma especie de forma para fabricação de moldes para blocos gigantes de concreto.

ATUALIZAÇÃO 16h30 – A Assessoria da empresa Prumo Logística entrou em contato com a redação do Portalozk.com e esclareceu que houve uma falha em uma das bombas de sustentação do equipamento, por volta de meio-dia, mas que o problema já foi solucionado. A Prumo informa, ainda, que ninguém ficou ferido, que o problema não causou nenhum impacto na obra e nos trabalhos do Porto do Açu. Uma nota será emitida ainda hoje, com maiores detalhes a respeito do ocorrido.

SJB_pilar_estrutura_fcc_afundando_pier_porto_acu2_pozk

FONTE: http://portalozk.com/dlf/noticias/um-dos-pilares-da-empresa-fcc-esta-afundando-no-porto-do-acu-em-sao-joao-da-barra/

Portal OZK noticia nova greve dos trabalhadores do Porto do Açu

Funcionários fazem greve e fecham acesso ao Complexo Portuário do Açu, em São João da Barra

Por LEONARDO FERREIRA 

SJB_greve_porto_do_acu120141_pozk

As primeiras informações que chegam a redação do Portalozk.com dão conta de uma greve de funcionários do Complexo Portuário do Açu, no 5º Distrito de São João da Barra.

A greve começou por volta das 6h desta quarta-feira (15) e segundo grevistas, em contato com o Portalozk.com , não tem previsão para acabar. O motivo principal da greve é a falta de pagamento de horas extras por parte da empresa Integra. Os grevistas informam que estão sem receber os valores há cerca de seis meses e também exigem Participação nos Lucros (P.L.). Há também a reclamação de que novos funcionários estão ganhando mais do que os antigos, então eles pedem um reajuste.

A Polícia Militar está no local e tenta desobstruir a pista, liberando o acesso ao Porto. Funcionários de outras empresas se juntam aos grevistas. Há funcionários de determinadas empresas que estão fazendo contato informando que entraram por outro acesso do Porto e estão trabalhando normalmente.

Outras informações a qualquer momento…

SJB_greve_porto_do_acu120144_pozk

SJB_greve_porto_do_acu120142_pozk

SJB_greve_porto_do_acu120145_pozk

SJB_greve_porto_do_acu120143_pozk