PROIES e o empresariamento do ensino superior

Em um artigo que acaba de ser lançado pela Revista Linhas Críticas da Universidade Nacional de Brasília (UNB), a professora Renata Maldonado da Silva do Laboratório de Estudos do Ensino e Linguagem (LEEL) da UENF disseca a implementação do Programa de Estímulo à  Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (PROIES) que foi lançado em 2012.

Neste artigo, a professora Maldonado mostra que o PROIES surge articulando à outras ações do Governo Federal, tais como  o Programa Universidade para Todos (PROUNI) e o Fundo de Financiamento do Estudante do Ensino Superior (FIES) que, desde a década de 1990, visam ampliar o acesso ao ensino superior mas que, simultaneamente, promovem o processo de  ‘empresariamento’ da educação, estabelecendo novas relações entre Estado e iniciativa privada.

Em suma, o que o trabalho demonstra é que PROIES, o PROUNI e o FIES nada mais são expressas efetivas do fortalecimento do ensino empresarial que foi promovido pelos governos do PSDB e do PT.

Para quem quiser saber mais sobre este assunto, é só acessar o artigo da Professora Maldonado (Aqui!).