Gustavo Tutuca é a prova final de que nada é tão ruim que não possa piorar

Resultado de imagem para gustavo tutuca é o novo líder do governo

Uma das muitas “leis” de Murphy é aquela que aponta que “nada é tão ruim que não possa piorar”. Pois bem, essa parece ser a situação do PMDB na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que teve 3 dos seus mandarins presos pelo susposto envolvimento em atividades, digamos, pouco republicanas.

Eis que premido pela absoluta falta de mandarins, o PMDB decidiu nomear o inexpressivo deputado Gustavo Tutuca, inimigo declarado das universidades estaduais, para liderar sua bancada na Alerj.

tutuca

Quem conhece minimamente as coisas dentro da Alerj está careca de saber que a principal e talvez única qualidade é ser conterrâneo do (des) governador Luiz Fernando Pezão.  Afora esse pequeno, mas crucial detalhe, a ação parlamentar de Gustavo Tutuca é totalmente equivalente àquela que demonstrou nas suas passagens pela pasta que controla a ciência e tecnologia, qual seja, absolutamente nula.

Um mérito, talvez único, é que a permanência de Gustavo Tutuca na Alerj vai forçar a que o (des) governador Pezão indique outra pessoa para liderar a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social. Essa mudança pode até não dar em nada, e provavelmente não dará, mas pelo menos as universidades estaduais não terão um inimigo declarado como seu secretário. Pode não parecer muito, mas é.

Quanto ao PMDB, esse parece ser o grande perdedor. Mas, convenhamos, a essas alturas quem é que se preocupa com o partido que ajudou a afundar o Rio de Janeiro e o Brasil nesse imenso lodaçal em que estamos todos atolados?

UENF realiza Supera Rio e Marcha pela Ciência

SUPERA MARCHA

Com a presença de deputados fluminenses, será realizado na próxima sexta-feira, 24/11/17, às 14h, no Centro de Convenções da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), o Supera Rio UENF, evento promovido pelo Fórum de Desenvolvimento Estratégico do Estado, órgão da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O tema do evento será “A Universidade pública como ferramenta para o desenvolvimento social e econômico”. 

Composto por 44 entidades – dentre elas a Uenf – , o Fórum foi criado em 2003 com o objetivo de promover inovações a partir da interação constante entre academia, setor produtivo e o Poder Legislativo. O Fórum foi criado para conectar iniciativas, promover debates e criar uma agenda comum que reúna academia, sociedade civil organizada e o parlamento fluminense, com foco na promoção do desenvolvimento econômico, social e ambiental do estado. 

Logo após o encerramento do Supera Rio UENF será realizada a primeira edição local da “Marcha pela Ciência”. É importante frisar que este é um momento crítico para as universidades públicas brasileiras e o caminho sendo traçado pelos governos de Michel Temer e Luiz Fernando Pezão comprometem o nosso futuro como sociedade e afeta duramente a soberania do Brasil e do Rio de Janeiro que passa fundamentalmente pelo fortalecimento da Educação e da Ciência.

Jornalista Maurício Tuffani convida para debate sobre o futuro da Ciência no Brasil

A Associação de Docentes da Uenf (Aduenf) está trazendo a Campos dos Goytacazes um dos principais jornalistas da área da Ciência no Brasil, o jornalista Maurício Tuffani. Com longa experiência em diversos veículos jornalísticos, incluindo o jornal Folha de Sâo Paulo e a revista Scientific American Brasil, Maurício Tuffani é o criador do site especializado “Direto da Ciência”.

No vídeo abaixo, Maurício Tuffani fala da sua presença no evento e da importância do debate sobre o futuro da ciência brasileira na atual conjuntura histórica.

O evento é gratuito é ocorrerá na Sala de Multimídia do Centro de Ciências do Homem da UENF no próxima 21/11, com início marcado para as 16:00 horas.

FONTE: https://aduenf.blogspot.com.br/2017/11/jornalista-mauricio-tuffani-convida.html

Bispo da Diocese de Campos declara seu apoio à luta em defesa da UENF

Resultado de imagem para dom roberto francisco ferrería paz

O Bispo da Diocese de Campos dos Goytacazes gravou à convite da Associação de Docentes da Uenf (ADUENF) um vídeo onde declara seu apoio à defesa da Universidade Estadual do Norte Fluminense. Em sua fala, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz expõe de forma clara as suas preocupações com as repercussões negativas que a inviabilização  da Uenf acarretará para as regiões Norte e Noroeste do estado do Rio de Janeiro.

O engajamento explicitado nas declarações do Bispo da Diocese de Campos certamente terá repercussões positivas para a defesa da Uenf, na medida em que aponta claramente para a necessidade de que a PEC 47 seja aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. A aprovação desta PEC seria extremamente importante, na medida em que se poderia garantir o repasse do orçamento aprovado na forma de duodécimos.

 

 

Notícias da Aduenf: Em debate na UENF, deputados indicam que a aprovação da PEC 47 demandará mobilização nas ruas

Em debate realizado na UENF, deputados apontam para necessidade de mobilizar nas ruas o apoio à PEC 47


Em um debate realizado no mini auditório do Centro de Ciências do Homem da UENF, e que contou com a presença dos deputados do PT/RJ, Waldeck Carneiro (estadual)  e Wadih Damous (federal), de representantes da ADUENF, SINTUPERJ/UENF e do DCE/UENF, e do reitor Luís Passoni, a maioria das falas girou em torno da necessidade de se garantir a aprovação da PEC 47 que poderá permitir que as universidades estaduais possam efetivamente utilizar os recursos aprovados pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Em suas falas os deputados Waldeck Carneiro e Wadih Damous fizeram questão de enfatizar a necessidade de que sejam realizadas mobilizações de rua para garantir a aprovação desta e outras questões fundamentais para sobrevivência do serviço público em todos os níveis de governo.

A fala dos dois deputados mostraram uma grave preocupação acerca do ataque em curso contra uma série de garantias constitucionais, a começar pelo financiamento da educação pública superior. Para o deputado estadual Waldeck Carneiro, a ausência de qualquer tipo de ação para garantir novas receitas para o tesouro fluminense irá exacerbar as graves dificuldades pelo qual o serviço público e a população já sentem neste momento.  Já o deputado federal Wadih Damous apontou para o fato de que no Rio de Janeiro se encontram as expressões mais avançadas das políticas ultraneoliberais que estão gestadas pelo governo do presidente Michel Temer.

Ambos os deputados enfatizaram a necessidade de que haja forte mobilização para impedir o processo de destruição do serviço público, em especial das universidades públicas, especialmente as do Rio de Janeiro.

A ADUENF aproveitou o evento para entregar um ofício ao deputado Wadih Damous solicitando a imediata retirada de pauta da PEC 366/2017 apresentada pelo deputado Andrés Sanchez do PT/SP que visa estabelecer a cobrança de mensalidades nas universidades públicas brasileiras.

FONTE: http://aduenf.blogspot.com.br/2017/11/em-debate-realizado-na-uenf-deputados.html

(Des) governador Pezão repete mantra em que nem ele parece acreditar

(Des) governador Luiz Fernando Pezão durante visita de políticos ao enclave geográfico do Porto do Açu. Por que é ele o único com ar sombrio em meio a tantos sorrisos?

Durante à sua visita ao enclave geográfico do Porto do Açu, o (des) governador Luiz Fernando Pezão foi instado a falar sobre a situação dos salários atrasados e da falta de custeio para permitir o funcionamento adequado da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). Restou ao (des) governador Pezão repetir o mantra de que as coisas serão normalizados em 10, 15 dias ou 20 dias (quanta precisão!) , graças ao empréstimo contraído junto ao banco francês BNP Pariba (ver vídeo abaixo). 

 

O problema  com a resposta do (des) governador Pezão nem é tanto o que ele disse, mas o gestual e estado de ânimo que transpiram nas imagens.  Pelo que se vê, nem ele mesmo acredita mais no que fala, e tudo o que é dito parece um daqueles monólogos que saem da boca de atores decadentes em algum teatro empoeirado. O lamentável é que no caso do (des) governador Pezão, o teatro empoeirado em que ele encena é o estado do Rio de Janeiro, e a plateia relutante somos todos nós que aqui vivemos e trabalhamos.

Enquanto isso, a Uenf, as demais universidades estaduais, e as escolas da rede Faetec continuam sendo vilipendiadas pela asfixia financeira imposta pelo (des) governo Pezão que continua executando uma das mais escandalosas farras fiscais dentro da federação brasileira. 

 

Notícias da Aduenf: Bispo da Diocese de Campos se compromete com a luta em defesa da UENF

Em uma reunião realizada em sua residência oficial, o Bispo da Diocese de Campos dos Goytacazes, Dom Roberto Francisco Ferrería Paz, se comprometeu a participar da luta em defesa da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). Segundo Dom Roberto Ferrería, a importância social da Uenf deve transcender diferenças ideológicas e englobar todos os que desejam que a instituição continue cumprindo seu importante papel na região Norte Fluminense.

 

Uma das consequências concretas dessa reunião será o apoio de Dom Roberto Ferrería Paz à aprovação da PEC 47 que garante o repasse dos duodécimos às universidades estaduais.  Nesse sentido, o bispo diocesano de Campos solicitou que lhes sejam encaminhados documentos que possam ser utilizados no esforço de esclarecimento para que apoie o processo de mobilização que já está sendo realizado pela Uenf.

Na reunião com Dom Roberto Ferrería Paz estiveram presentes representantes da ADUENF (os professores Carlos Eduardo Rezende e Marcos Pedlowski), o reitor Luís Passoni, e a senhora Maria Valéria Pires que vem se mobilizando para organizar o apoio de pais e alunos da Uenf à luta em defesa da universidade.

FONTE: https://aduenf.blogspot.com.br/2017/11/bispo-da-diocese-de-campos-se.html