Arbex Jr: Esquerda deveria preparar a população para um conflito social inevitável

Conflitos Sociais

As eleições ainda não aconteceram, mas a burguesia brasileira já conseguiu sua primeira grande vitória: convenceu o país de que vai ter eleições, e não uma grande farsa, um grande teatro, uma grande pantomima.

Por José Arbex Junior

Agora todo mundo que antes falava que eleição sem Lula é fraude já esqueceu a palavra “fraude” e agora a disputa é pra ver quem vai ganhar nas urnas.

O problema é que, enquanto a população brasileira está hipnotizada com a disputa eleitoral, enquanto todo mundo está falando nas urnas, está acontecendo o pior dos mundos: o Aquífero Guarani já está sendo leiloado pelo Senado brasileiro, a Nestlé e a Coca-Cola já disseram que querem comprar o aquífero, que é o maior depósito de água doce do mundo, um bem estratégico absolutamente vital para o futuro não só do Brasil, mas de toda a humanidade.

Existem as conversas em curso em pleno andamento com a chamada economia do carbono para rifar a Amazônia inteira, existe um processo de privatização da Eletrobras. Então enquanto estamos falando em urnas e eleições, as coisas estão rolando.

E quem sacou isso daí de um jeito atravessado, mas sacou muito bem, foi o general Villas Bôas, do Exército brasileiro, que já advertiu o seguinte: o próximo presidente brasileiro não terá nenhuma legitimidade.

Ele falou isso numa entrevista que ele deu dia 9 de setembro, e portanto ele já está preocupado com aquilo que vai acontecer com o Brasil pós eleições e não nas eleições.

É aí que eu quero enfocar: o que vai acontecer com o Brasil imediatamente após as urnas serem fechadas? Porque a situação está dramática. O povo já não aguenta mais. Estamos perto de uma explosão social muito violenta, ninguém consegue arcar com o custo de vida, o desemprego não foi resolvido.

E o Brasil está caminhando para uma situação em que não existe um poder legítimo que vai comandar o país porque as eleições são ilegítimas, uma fraude, e nenhum dirigente que emanar dessas eleições fraudulentas terá legitimidade.

Essa é a receita para uma guerra civil generalizada. E o Brasil está caminhando seriamente para uma situação desse tipo por causa de uma explosão social incontida.

Mesmo no lado inimigo já está se preparando o golpe, como foi o caso do vice do Bolsonaro, o general Mourão, que já quer ocupar o lugar do Bolsonaro antes mesmo das eleições acontecerem.

É o fim do mundo. Nunca vi candidato a vice tentar dar o golpe no candidato a presidente da própria chapa. É uma loucura. Mas isso demonstra a desordem política, ideológica, social, a desordem completa na qual o Brasil se encontra.

Eu repito: os candidatos da esquerda que insistem em participar das eleições fraudulentas, da farsa, pelo menos deveriam aproveitar esse momento de divulgação das suas ideias e propostas para preparar a população para uma situação de confronto social inevitável que se avizinha.

A esquerda, a CUT, os sindicatos, movimentos sociais, organizações populares devem se preparar desde já para os grandes embates, porque eles vêm e vêm com força. É isso que está sendo anunciado pela farsa.

FONTE: https://nocaute.blog.br/2018/09/14/esquerda-conflito-social-arbex/

Um pensamento sobre “Arbex Jr: Esquerda deveria preparar a população para um conflito social inevitável

  1. Paulo Brites disse:

    Já percebi isto hà muito tempo, Parafraseando Trump “General First”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s