DCE da UENF aproveita protesto dos servidores para cobrar de Pezão os 6% do orçamento para as universidades estaduais

Estudantes ligados ao Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UENF aproveitaram o protesto que ocorreu nesta manhã na entrada do campus Leonel Brizola para cobrar do (des) governador Luiz Fernando Pezão que sancione a emenda aprovada pela ALERJ que destina 6% do orçamento estadual de 2015 para financiar as universidades estaduais.

Não custa lembrar que a UENF está neste momento com os telefones cortados e devendo a várias empresas que prestam serviços para universidade por não ter recursos liberados para honrar seus compromissos financeiros.

Para quem ainda não assinou, há uma petição pública no Avaaz.org que cobra justamente essa sanção por parte do (des) governador Pezão. Quem quiser assinar esta petição basta acessar (Aqui!)

IMG_9457 IMG_9444

O DIÁRIO: Estudantes da Uenf vão pressionar Pezão


Carlos Emir
Clique na foto para ampliá-la
Estudantes da Uenf vão para o Rio de Janeiro

Estudantes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) estão organizando um ato, no próximo dia 2, em frente ao Palácio das Laranjeiras, no Rio de Janeiro, para pressionar o governador Luiz Fernando Pezão a aprovar a emenda, já votada e aprovada na Alerj, que prevê R$ 2,647 bilhões em orçamento para as universidades estaduais, os cursos de ensino superior da Faetec e da Fundação Cecierj em 2015. A verba é duas vezes maior que a aprovada para este ano.

A manifestação acontecerá em frente ao Palácio das Laranjeiras. Será disponibilizado um ônibus para transportar os alunos. A saída, no dia 2, está marcada para às 9h. A concentração acontecerá em frente ao prédio CCH.

Entre as universidades contempladas pela emenda estão, além da Uenf, a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e o Centro Universitário Estadual da Zona Oeste. No caso da unidade de Campos, o aumento de verba pode vir para atender a necessidades dos estudantes. “A necessidade de aumento do orçamento é real. Temos reivindicações antigas que nunca saíram do papel por falta de dinheiro. O governador sabe das nossas necessidades! Ainda assim, fazemos questão de ir até lá para lembrá-lo. Afinal, sabemos que as mobilizações têm grande força”, disse o diretor do Diretório Central de Estudantes (DCE) da Uenf, Bráulio Fontes.

Alerj – A emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2015, propõe que o governo aplique 6% das receitas tributárias líquidas no Ensino Superior. Em 2014, as universidades fluminenses receberam 2,67% das receitas líquidas do estado.

FONTE: http://www.odiariodecampos.com.br/estudantes-da-uenf-vao-pressionar-pezao-12747.html

 

 

http://www.odiariodecampos.com.br/estudantes-da-uenf-vao-pressionar-pezao-12747.html

Estudantes da UENF preparam ato no Rio de Janeiro em defesa dos 6% para as universidades estaduais

ato 6%

Com mobilização é possível duplicar a verba para a UENF!

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro – ALERJ – aprovou no dia 23 de junho, uma emenda ao orçamento, que duplica a verba para as universidades estaduais do RJ (UENF, UERJ e UENZO). Essa votação só foi possível pelas mobilizações que estão ocorrendo, em especial a greve geral que ocorreu na UENF,

Essa é uma oportunidade histórica para nossa Universidade. Com essa verba é possível garantir um Restaurante Universitário de Qualidade, com três refeições por dia e gratuito; aumentar o valor das bolsas aos estudantes; garantir moradia estudantil; é também possível comprar ar-condicionado, bebedouros e realizar as reformas necessárias por todo o campus.
Além disso, é uma oportunidade para garantir as reivindicações dos docentes e dos técnico-administrativos.

Essa votação foi uma derrota ao maior inimigo da educação no Estado – o governador Pezão. O mesmo governo que atacou a Dedicação Exclusiva da UENF e que diminui ao longo dos anos o orçamento da universidade.

Não podemos confiar nesse governo, por isso, para conquistar essa vitória e duplicar o orçamento da UENF convocamos todos os estudantes para realizar um ato para exigir que o governador aprove a emenda. Temos que mobilizar toda a comunidade acadêmica da UENF para cobrarmos do governador, em frente ao Palácio Laranjeira, a efetivação dessa histórica reivindicação das universidades estaduais.

Saída ônibus gratuito da UENF para o ato no RJ!

Assinem a petição:

https://secure.avaaz.org/po/petition/Governador_do_Estado_do_Rio_de_Janeiro_Luiz_Fernando_Pezao_Aprove_emenda_que_destina_6_do_orcamento_para_as_Universidade/?mYeIgbb

Vamos à Luta , pela universidade pública, gratuita, de qualidade !!!!

FONTE: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=649530821802778&set=a.125190920903440.27138.100002375976430&type=1&theater

 

Divulgando petição pública em defesa dos 6% para as universidades estaduais

Eu acabei de assinar a petição abaixo e convido aos leitores deste blog que façam o mesmo. A petição se trata de um movimento dirigido ao governador Luiz Fernando Pezão para que sancione a emenda parlamentar aprovada na ALERJ que destina 6% do orçamento de 2015 para as três universidades estaduais do Rio de Janeiro

Petição

Governador do Estado do Rio de Janeiro – Luiz Fernando Pezão: Aprove emenda que destina 6% do orçamento para as Universidades Estaduais.
Para: Governador do Estado do Rio de Janeiro – Luiz Fernando Pezão

Esta petição é muito importante e poderá fazer uso de nossa ajuda. Clique aqui para saber mais e assinar:
http://www.avaaz.org/po/petition/Governador_do_Estado_do_Rio_de_Janeiro_Luiz_Fernando_Pezao_Aprove_emenda_que_destina_6_do_orcamento_para_as_Universidade/?mYeIgbb

Do Blog da Aduenf: Placar dos que votaram a favor (SIM) e contra (NÃO) dos 6% para as universidades estaduais  

12355-625

Em votação realizada na segunda-feira passada (23/06), a Assembléia Legislativa aprovou por 25 a 24 uma emenda apresentada pelo presidente da Comissão de Educação, deputado Comte Bittencourt (PPS), para garantir que 6% do orçamento do governo do Rio de Janeiro serão destinados para as três universidades estaduais (UENF, UERJ, UEZO), cumprindo o que determina a Constituição Estadual.

A ADUENF estava presente nessa votação, e apresenta abaixo o placar dos que votaram a SIM ou NÃO a esta importante e necessária emenda parlamentar:

Quem votou SIM: André Ceciliano, Aspásia Camargo, Bebeto, Carlos Minc, Cidinha Campos, Clarissa Garotinho, Comte Bittencourt, Dr. Jose Luiz Nanci, Édino Fonseca, Enfermeira Rejane, Flavio Bolsonaro, Geraldo Moreira, Geraldo Pudim, Gerson Bergher, Gilberto Palmares, Inês Pandeló, Janira Rocha, Lucinha, Luiz Paulo, Marcelo Freixo, Marcos Soares, Myriam Rios, Paulo Ramos, Xandrinho e Zaqueu Teixeira.

Quem votou NÃO: Alexandre Correa, André Corrêa, André Lazaroni, Chiquinho da Mangueira, Christino Áureo, Claise Maria, Coronel Jairo, Dica, Dionísio Lins, Domingos Brazão, Edson Albertassi, Felipe Peixoto, Graça Matos, Iranildo Campos, Jânio Mendes, João Peixoto, Luiz Martins, Marcio Pacheco, Marco Figueiredo, Marcus Vinicius, Roberto Henriques, Rosangela Gomes, Samuel Malafaia e Thiago Pampolha.

A divulgação desses posicionamentos é fundamental para que toda a população fluminense quem se posicionou a favor e contra as universidades estaduais!

FONTE: http://aduenf.blogspot.com.br/2014/06/placar-dos-que-votaram-contra-e-favor.html

Gol da Oposição

 Aprovada emenda que destina 6% das receitas próprias do governo estadual para as universidades estaduais!

A manhã desta segunda feira (23) foi acalorada na Alerj. Conseguimos aprovar a emenda do deputado Comte Bittencourt que destina 6% das receitas próprias do governo estadual para a Uerj, Uezo e Uenf.

Sistematicamente a base do governo ganha as votações na Assembleia. Hoje, a oposição conseguiu marcar esse gol. Foi quase na trave: alguns deputados quiseram fazer manobras para anular a aprovação da emenda. Freixo e outros parlamentares da oposição se mantiveram firmes.

E a base do governo perdeu. Grande vitória da educação pública de qualidade!

>> Agora, o texto vai para a sanção do governador. É fundamental a pressão popular para que Pezão não recue nessa conquista de todos nós!

FONTE: ‪#‎AscomMarceloFreixo‬

ALERJ: situação sai cedo para ver jogo, e oposição aprova emenda que concede 6% do orçamento para as universidade estaduais

Precisar ser um dia de jogo do Brasil na COPA FIFA para que uma emenda do deputado Comte Bittencourt (PPS), presidente da Comissão de Educação da ALERJ, que concede 6% do orçamento estadual de 2015 para as três universidades fluminenses (UENF, UERJ e UEZO) fosse aprovada. É que muitos membros da base do (des) governo estadual saíram mais cedo, dando as condições aritméticas para que a aprovação ocorresse. 

Quando o placar marcou a vitória da oposição, o deputado Edson Albertassi (PMDB) que presidia a sessão tentou fazer uma nova votação, no que foi impedido pelo líder do seu próprio partido, Domingos Brazão, que ameaçou votar positivamente na emenda caso houvesse nova rodada de votos.

Agora vamos ver o que fará o (des) governador Pezão com essa questão, pois essa emenda apenas atende o que está determinado na Constituição Estadual aprovada em 1990, mas que nenhum governador cumpriu até hoje.