Divulgando campanha financeira em defesa da Associação Brasileira de Imprensa

A ABI precisa da ajuda de toda (o) s! Colabore!

abi

A centenária Associação Brasileira de Imprensa (ABI) vem retomando seu protagonismo político nos últimos anos, notadamente pela atual diretoria que desde o início de sua campanha posicionou-se forma firme e clara a favor da Frente Ampla que elegeu a dupla Lula/Alckmin, derrotando o fascismo que vinha tentando criar raízes no nosso país.

Todo esse protagonismo político, ainda que reconhecido por muitos – a própria equipe de Lula/Alckmin esteve na entidade recolhendo subsídios para seu plano de governo na área da comunicação – ainda não permitiu que  velhas e antigas pendências financeiras que se avolumaram sejam superadas.

Nesse momento, a ABI enfrenta um duro período ainda, em busca do equilíbrio financeiro. Mas, como acontece comumente, ao final do ano somam-se aos salários dos funcionários as duas parcelas do décimo – terceiro. Para fazer frente a estes gastos, uma série de campanhas de arrecadação de fundos tentará minimizar o impacto nas contas.

Estou aqui pedindo a ajuda de toda(o)s aquela(e)s que consideram importante nossa entidade e o trabalho que ela vem fazendo.

Essa primeira campanha tem como temas a democracia, a liberdade de expressão e a Semana da Consciência Negra promovida pela Comissão de Igualdade Étnico-Racial da ABI. Aqueles que prestigiarem a nossa luta com suas doações, receberão, em reconhecimento, canecas e camisetas temáticas, conforme estabelecido na arte acima.

As camisetas custam R$ 100 e a caneca R$ 80.

Os pedidos devem ser encaminhados pelo e-mail campanha@abi.org.br ou pelo zap +55 21 98985-0263.

Porém, qualquer doação em outros valores será muito bem aceita. Elas podem ser feitas através da chave PIX tesouraria@abi.org.br ou diretamente na conta da ABI no Banco do Brasil: agência 3520 / conta 10918-5 (CNPJ 34.058.917/0001-69).

Os brindes podem ser retirados na sede da ABI ou enviados pelo Correio, com frete de R$ 30 para o Rio de Janeiro e de R$ 40 para as demais cidades do Brasil.

Desde já agradeço a toda(o)s que concordarem em colaborar com a sobrevivência dessa nossa entidade, contribuindo para que a ABI fique cada dia mais forte e permaneça lutando sempre pelo Estado Democrático de Direito, que inclui a Liberdade de Expressão.

Reforço aqui o pedido da entidade, agradecendo antecipadamente.

Atenciosamente

Marcelo Auler

Diretor da ABI

Convocação para apoiar financeiramente o “Faixa Livre”

O Brasil passa por uma grave crise social e econômica. Um pacote cruel de mudanças vem sendo executado pelo governo Bolsonaro (ie.;  reformas trabalhista, previdenciária e política) sem que a classe trabalhadora seja ouvida. Desacreditada, os setores da classe política aliados a Jair Bolsonaro se propõe a levar a ferro e fogo todas as medidas a ela ditadas por banqueiros, empresários e detentores do capital hegemônico, enquanto o trabalhador, seja ele da cidade ou do campo, é relegado.

Por isso, é a posição deste blog que mais do que nunca é preciso participar, manter uma voz ativa e agir. Neste sentido, o programa Faixa Livre, no ar há 27 anos – desde dezembro de 1994 –,  que surgiu da inquietação de entidades sindicais e associativas, que observavam o avanço dos ideais neoliberais a partir da eleição de Fernando Henrique Cardoso, como um projeto radiofônico, e segue como tribuna independente de resistência e discussão sobre o momento grave que o Brasil atravessa.

O Faixa Livre, que sempre ofereceu voz ativa para o contraditório, para o debate franco das questões que afetam as empresas públicas, os trabalhadores e os excluídos. Sou testemunha viva de que no Faixa Livre sempre há espaço para ideias e críticas, sem que haja qualquer limitação.

faixa livre 1

Atualmente o programa é transmitido ao vivo pelo canal Faixa Livre, no Youtube, de segunda a sexta-feira, das 8h às 10h, com seu conteúdo disponibilizado no podcast Programa Faixa Livre, nos mais diferentes agregadores. Além disso,  o Faixa Livre om um site próprio – www.programafaixalivre.com.br, perfis no Facebook – programafaixalivre -, no Twitter – @pgmfaixalivre – e no Instagram – pgmfaixalivre, bem como um grupo no Telegram – Programa Faixa Livre.

O Faixa Livre é, acima de tudo, um projeto de construção coletiva e precisamos de sua ajuda para nos mantermos no ar e investirmos em estrutura e divulgação para ampliar  o alcance do programa.

Contribuições de qualquer quantia podem ser realizadas através de depósitos em nossa conta no banco Itaú – Ag. 1964 – C/C: 03004-1.

faixa livre 0

Esta conta se encontra em nome da Associação de Funcionários do BNDES (AFBNDES), uma das entidades colaboradoras do programa. As doações podem ser realizadas também através da nossa chave PIX, que é ouvinte@programafaixalivre.com.br .

O Faixa Livre precisa da sua ajuda. Contribua para manter no ar esta trincheira independente em defesa da classe trabalhadora.