Descaso do (des) governo Pezão facilita roubo em unidade experimental da Uenf e amplia prejuízos à ciência fluminense

 

A precariedade causada na manutenção da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) pelo descaso do (des) governo Pezão (a qual já tinha gerado atos de vandalismo com perdas materiais no final de 2016), agora alcançou proporções mais graves com o roubo de 10 indivíduos da espécie “trinca-ferro-verdadeiro” (Saltator similis) que se encontravam do Setor de Etologia, Reintrodução e Conservação de Animais Silvestres (SERCAS) do Laboratório de Ciências Ambientais do Centro de Biociências e Biotecnologia (CBB) da Uenf.

O primeiro aspecto lamentável desse roubo é  a perda material que foi imposta à Uenf, já que aves desta espécie podem valer entre R$ 1.000,00 e R$ 20.000,00, de acordo com a sua condição física e de canto. Mas as perdas financeiras não pararam na subtração das aves, pois também foram levadas as gaiolas onde os pássaros estavam, o que contribui para o custo final desse verdadeiro atentado contra a ciência.

Além disso, como a Uenf continua sem receber verbas de custeio, ainda não se sabe como e quando serão realizados os reparos do SERCAS que foram depredadas pelos ladrões durante a invasão a essa unidade experimental.

Creio que não é preciso dizer pior aspecto desse roubo é que vários experimentos estavam sendo realizados com esse grupo de aves, e agora estas pesquisas foram completamente inviabilizadas, gerando uma perda incalculável do ponto de vista científico.

Mas essa situação desastrosa para a ciência fluminense não aconteceu da noite para o dia, pois a Uenf atravessou todo o ano de 2016 sem um centavo para custear o seu custeio, incluindo a manutenção da alimentação dos animais sendo usados em diferentes experimentos. 

Agora, não podemos esquecer que o grande culpado por mais evento que coloca em risco a continuidade das pesquisas sendo realizadas na Uenf é o (des) governo comandado por Luiz Fernando Pezão.  A situação de completo abandono em que a Uenf, Uerj e Uezo se encontram neste momento é um reflexo direto da política de terra arrasada que foi praticada por Sérgio Cabral e Pezão desde que assumiram o Palácio Guanabara.

Finalmente, creio que não é preciso dizer que esta invasão seguida de roubo contribuirá para aumentar ainda mais sensação de insegurança dentro da Uenf.  

UENF terá debate para celebrar o Dia Internacional de Darwin 2015

darwin-day

Nesta segunda feira 09/02/2015 será realizada às 16 horas no Centro de Convenções da UENF uma mesa redonda sobre o Dia Internacional de Darwin 2015: Celebrando a teoria da evolução e seu papel no mundo moderno

Contaremos com as contribuições dos Professores Leandro R. Monteiro (CBB – LCA) “Teoria da evolução e o espectro de Darwin na biologia.”, Prof. Carlos Eduardo B. de Sousa (CCH – LCL) “As Implicações do Darwinismo nas Humanidades e Prof. Carlos R. Ruiz Miranda (CBB – LCA) “Darwin e os estudo do comportamento em animais e humanos”.

Este evento tem como propósito celebrar o dia internacional de Darwin, proposto como data relevante desde o bicentenário do naturalista Charles Darwin, proponente da teoria da evolução por seleção natural e um dos pensadores mais influentes da história. A data procura inspirar pessoas por todo o mundo a refletir e agir segundo princípios da razão científica e curiosidade intelectual, tão importantes na nossa vida acadêmica.