Comissão de Meio Ambiente da Alerj encontra irregularidades na Ilha Grande

Operação de fiscalização acontece até terça-feira com o apoio de órgãos estaduais

ilha grande esgotoOperação de fiscalização da Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Alerj identificou o lançamento de esgoto in natura no interior da Ilha Grande

A Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Alerj (CDMA) iniciou, nessa sexta-feira (03/12), uma operação de fiscalização na Ilha Grande, na Região da Costa Verde do Rio, em conjunto com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o Comando de Polícia Ambiental (Cepam) e a Capitania dos Portos. As atividades vão até a terça-feira (07/12) com a verificação de denúncias sobre crimes ambientais e a realização de um debate entre a população e órgãos de gestão e fiscalização da região.

No primeiro dia de operações, a equipe da CDMA esteve nas praias de Castelhano, Mangue, Pouso e Palmas. Em todos os locais foram encontrados problemas, incluindo a existência de construções irregulares e o despejo de esgoto in natura. A Comissão também investiga relatos de desmatamento e caça ilegais. Após as vistorias, um relatório será encaminhados ao Inea, à Prefeitura de Angra dos Reis e ao Ministério Público, nas esferas Federal e Estadual, para que providências sejam tomadas.

Nesse sábado (04/12), às 18h, a CDMA promove uma reunião pública na sede do Parque Estadual da Ilha Grande, na Vila de Abraão, com a presença de representantes da Prefeitura de Angra, Inea, Ibama, Cepam, Instituto Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Capitania dos Portos. O objetivo é estabelecer um diálogo entre a população e as autoridades.

“Além de vistoriar as condições da Ilha Grande, queremos atuar como mediadores entre a população e os órgãos responsáveis por fiscalizar e cuidar da questão ambiental na região. Será uma excelente oportunidade de colocarmos frente a frente todos os interessados na preservação desse verdadeiro santuário ecológico”, afirma o deputado estadual Gustavo Schmidt, presidente da CDMA.

Para a realização dos trabalhos, a CDMA conta com o apoio logístico da Capitania dos Portos, do CPAM e do Inea, que cederam barcos e outros equipamentos necessários para a realização das operações.