Petróleo, Porto do Açu e Meio Ambiente, a segunda parte da entrevista de Carlos Rezende ao Portal Viu!

roberto carlão

No último dia 27 divulguei a primeira parte de uma esclarecedora entrevista concedida pelo professor titular do Laboratório de Ciências Ambientais da Uenf, Carlos Eduardo de Rezende, ao portal de notícias Viu!.

Agora divulgo a segunda parte da entrevista do professor Carlos Rezende ao Viu! onde ele aborda as diferentes facetas envolvendo a exploração do petróleo na bacia de Campos, os danos socioambientais causados pelo Porto do Açu, bem como outras situações de desequilíbrio ambiental ocorrendo na região deltaica do Rio Paraíba do Sul (ver vídeo abaixo).

Considero que, ainda que na primeira parte da sua entrevista ao Viu! Carlos Rezende tenha apresentado aspectos muito interessantes das suas pesquisas no LCA/Uenf, nesta sequência, ele pode explanar com particular maestria questões de alto interesse não apenas para os habitantes do Norte Fluminense, mas de todo o estado.  É que ele foi capaz de explicar de forma didática várias questões que vêm há algum tempo sendo motivos de debates intermináveis.

Espero que esta entrevista com Carlos Rezende seja seguida por outros com pesquisadores de igual perfil no Portal Viu!.  Se isso acontecer, quem sairá ganhando seremos todos nós que vivemos sempre esperando por jornalismo de qualidade que saia do lugar comum das fofocas de colunas sociais que dominam boa parte da mídia corporativa regional. 

Ponto para o Portal Viu!

Portal Viu! entrevista pesquisador da UENF sobre ciência e sociedade

roberto carlãoO jornalista Roberto Barbosa, diretor-executivo do Portal Viu!, entrevista o pesquisador Carlos Eduardo de Rezende

O Portal Viu!, uma plataforma digital de notícias cuja abrange o Norte e Norte Fluminense e a região dos Lagos, acabou de marcar um golaço com a veiculação de uma entrevista com o professor titular do Laboratório de Ciências Ambientais da Universidade do Norte Fluminense (Uenf), Carlos Eduardo de Rezende, sobre vários tópicos relevantes, a começar pela participação em publicações científicas qualificadas, a começar pela série que versa sobre a descoberta de um antes desconhecido sistema recifal no delta do Rio Amazonas.

Um dos aspectos relevantes dessa entrevista é mostrar o envolvimento da Uenf, incluindo docentes e estudantes de graduação e pós-graduação, em pesquisas de relevância internacional. Como o próprio Carlos Rezende enfatizou, esse tipo de entrevista é particularmente importante em um contexto histórico onde os investimentos públicos em ciência e tecnologia estão sendo atacados, colocando em risco a existência de um sistema nacional que possa contribuir nos esforços de desenvolvimento e integração econômica de uma forma menos dependente daquela que historicamente marcou as relações do Brasil com os países desenvolvidos.

Abaixo a entrevista do professor Carlos Eduardo Rezende que foi entrevistado pelo jornalista Roberto Barbosa,  diretor-executivo do Viu!

Nascimento de agência de checagem de “fake news” é uma novidade que perturba quem vive da produção delas

fake news
Iniciativa do Portal Viu!, agência de checagem vai dificultar a vida de quem vive de produzir e vender fake news no Norte e Noroeste Fluminense e na região dos Lagos

A alvissareira notícia publicada no Portal Viu! de que as regiões Norte e Noroeste Fluminense e dos Lagos tem a sua primeira agência de checagem de notícias denominada “Fonte Exclusiva“.  

Essa iniciativa pioneira deve ser recebida com entusiasmo por todos aqueles que estão comprometidos com a distribuição de informações jornalísticas qualificadas, pois será diminuído poder dos agentes de transmissão de notícias falsas ou tendenciosas que causam sérios danos à democracia brasileira, que ficaram muito bem demonstrados nas últimas eleições presidenciais, quando uma poderosa rede de “fake news” influenciou diretamente no resultado.

Obviamente sempre haverá quem se sinta incomodado com a existência de uma agência de checagem, começando por aqueles que produzem as “fake news” como forma de imposição de poder político e, não raramente, de obtenção de patrocínios e outros quetais. 

Como corretamente apontou na matéria de lançamento do “Fonte Exclusiva” o jornalista Douglas Fernandes, em cidades do interior existem veículos da mídia corporativa que funcionam como “indústrias de fake news”,  especializando-se em “fofoca e futrica”. Os donos desses veículos certamente se sentirão incomodados com o aparecimento de uma agência que cheque a qualidade e veracidade daquilo que é publicado como informação jornalística, mas que muitas vezes não passa de manjadas fake news.

Aliás, um dos primeiros sintomas de que algo apresentado como jornalismo é, na verdade, fake news são os repetidos ataques de caráter em que nomes são omitidos, mas deixados implícitos para que não haja a devida verificação da verdade pelo leitor. Esse caráter covarde de muitas “matérias jornalísticas” é o primeiro indicador de que estamos diante de uma fake news, muitas vezes produzidas por indivíduos que sequer possuem um mínimo de experiência profissional no jornalismo (oxalá um diploma de jornalista).

Mas é exatamente por essas reações antagônicas que a iniciativa do Portal Viu! deve ser saudada com entusiasmo. A partir dessa iniciativa, talvez, ninguém possa produzir fake news impunemente. Isto em um período politicamente tão difícil é sim motivo de felicitação. Longa vida à Fonte Exclusiva!

Portal Viu confirma o que já se desconfiava: Sérgio Cabral confessa que recebeu propina para fazer desapropriações no Porto do Açu

Image result for devolvam nossas terras pedlowski açu

O Portal Viu acaba de publicar uma matéria que confirma o que muitos desconfiavam: o ex (des) governador Sérgio Cabral recebeu propina para realizar as escabrosas desapropriações que prejudicaram centenas de agricultores famíliares no V Distrito de São João da Barra.

Esta matéria finalmente traz luz sobre um assunto que se tornou tabu, enquanto a imensa maioria das famílias nunca viu um centavo sequer pelas desapropriações comandadas por Sérgio Cabral em prol dos interesses comerciais do Grupo EBX do ex-bilionário Eike Batista. 

Image result for devolvam nossas terras pedlowski açu

Agora, vamos ver se finalmente será feita justiça com os agricultores do V Distrito. Lamentavelmente muitos deles já morreram e não poderão ver a justiça sendo finalmente feita. E que as terras tomadas pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Rio de Janeiro (Codin) sejam devolvidas aos seus legítimos donos como eles sempre demandaram.

Quem desejar a matéria publicada pelo Portal Viu sobre as escabrosas desapropriações do Porto do Açu, basta clicar [Aqui!]

“Estadão” repercute polêmica envolvendo a concessão de bolsas na Faculdade de Medicina

O jornal “Estado de São Paulo” publicou hoje uma matéria abordando a polêmica envolvendo possíveis fraudes cometidas por estudantes da Faculdade de Medicina de Campos no processo de concessão de bolsas sociais custeadas com recursos federais que foi objeto de postagem neste blog no dia 08 de fevereiro.

estadao fmc

A matéria informa ainda que o Ministério Público Federal recomendou uma série de medidas para combater fraudes na obtenção de bolsas de estudo de caráter socioeconômico, dando um prazo de 30 dias para a FMC seguir as recomendações dadas.

Segundo a jornalista Marina Dayrell, a direção da Fundação Benedito Pereira Nunes – FBPN, mantenedora da FMC, manteve reunião com o MPF no dia 04 de fevereiro e informou aos procuradores que tratam do caso que têm sido adotadas medidas para “aperfeiçoar os Editais do Processo Seletivo de Bolsa a fim de prevenir e evitar a tentativa de burla ao processo de concessão do benefício“.

O caso que foi primeiro noticiado pelo Portal Viu e pelo SBT em maio de 2018 causou certa comoção na cidade de Campos dos Goytacazes, com acusações sendo feitas de que se trataria de mera fofoca caluniosa. Agora, com o posicionamento incisivo do MPF se vê que havia base real para as matérias jornalísticas produzidas pelo Viu e pelo SBT.

E dada a posição pró ativa que foi tomada pela FBPN para evitar a ocorrência dos fatos denunciados, agora é possível que haja maior sossego dentro do alunado da FMC quanta à correta alocação das bolsas sociais.

 

Portal Viu! já havia abordado o envolvimento da empresa do pai de André Lazaroni em obras dos Jogos Olímpicos

Ainda em relação à participação de duas empresas pertencentes ao pai do líder do PMDB na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, André Lazaroni, acabei me lembrando de que no dia 22 de maio, o Portal Viu! havia publicado uma matéria bastante ampla, assinada pela jornalista Cláudia Freitas, sobre a relação umbilical entre políticos e empreiteiras (Aqui!).

lazaroni viu

E pelo que se pode depreender da leitura da matéria do Portal Viu!, o alcance das obras das empresas do pai de André Lazaroni com participação de recursos públicos extrapola os Jogos Olímpicos e o território da cidade do Rio de Janeiro, chegando até no Norte Fluminense.

E ai fica bem claro que a crise é seletiva, muito seletiva!

Por fim, há que se notar que no presente caso, o Portal Viu! deu um furo de reportagem que demorou quase 2 meses para aparecer na mídia corporativa nacional. Isso demonstra que o jornalismo investigativo que anda sufocado na mídia tradicional está encontrando espaços na internet. De quebra, este caso mostra que santo de casa faz milagre sim. E na condição de colaborador do Portal Viu!, só posso desejar que o projeto possa condicionar funcionando de forma a nos fornecer informação de excelente qualidade, como foi a desse caso.