Deltan Dallagnol e sua inoportuna imprecisão histórica sobre as origens da “propinocracia” brasileira

deltan

Para tentar se desvencilhar das críticas sobre a óbvia preferência da equipe da chamada “Operação Lava Jato ” sobre os  malfeitos que teriam sido cometidos durante os anos de governos federais comandados pelo Partido dos Trabalhadores, o procurador Deltan Dellagnol teria afirmado que “as pessoas podem questionar por que não denunciamos os crimes anteriores aos governos do PT. Porque os crimes prescreveram, demoramos muito para descobrir isso”, reconheceu.” (Aqui!).

Pois bem, se avaliarmos as quais pelas quais crimes cometidos em governos anteriores prescreveram, a desculpa de que isso deu porque os mesmos não foram descobertos em tempo beira o risível. É que os casos dos “mensalão do PSDB mineiro” como o do “trensalão” envolvendo os tucanos paulistas não deixaram de ser exemplarmente punidos por desconhecimento, mas por falta de apetite para punir.

Mas deixemos de lado essa parte mais óbvia do descompasso que parece existir no trato da corrupção no Brasil. Como o procurador Deltan Dallagnol nasceu justamente no crepúsculo do regime militar de 1964 ele talvez merecesse uma desculpa por não saber que a tal “propinocracia” que ele atribui a Lula e ao PT foi uma ferramenta utilizada ao cansaço pelos generais para manter o congresso nacional totalmente obediente e com aquele espírito de colaboração que o regime tanto precisava para continuar de pé.

Aliás, não é por outra razão que algumas das águias que continuam comandando o congresso e ocupam posições destacada dentro do governo “de facto” de Michel se beneficiaram dos mimos distribuídos pelo regime dos generais para manter o Brasil num regime de exceção.

Entretanto, Deltan Dallagnol e seus companheiros de Lava Jato não podem alegar ignorância nem sobre a longevidade do sistema que eles alcunharam de “propinocracia” ou, tampouco, sobre suas origens. É que para chegar onde chegaram se supõe que tenham lido um pouco que seja sobre a história recente do Brasil.

A verdade é que, ao centrar de forma praticamente unilateral suas baterias contra os anos do PT no governo federal, a equipe da Lava Jato contribui de forma explícita para manter praticamente intacto o câncer que dizem querer remover do interior das instituições do Estado brasileiro.

E me desculpem os que vêem na Lava Jato “um evento de magnitude histórica e com potencial para contribuir para aperfeiçoar nosso Estado de Direito” (Aqui!).  Para mim, o que está realmente em jogo é um esforço, sob a capa de combater a corrupção, de impedir que reformas estruturais sejam efetivamente realizadas para modificar a esdrúxula concentração de riqueza que existe no Brasil. Concentração essa que existe desde quando os conquistadores portugueses fincaram no sul da Bahia as raízes de uma das mais longevas propinocracias da história da humanidade.

Cagaço tucano é mostrado direto de Caracas!

aecio_psdb_venezuela

O vídeo abaixo mostra o “cerco” dos manifestantes chavistas à van que conduzia os senadores da direita brasileira que foi a Caracas para um exercício de inutilidade política. As imagens abaixo mostram que, ao contrário do que foi declarado por Ronaldo Caiado e outros membros da “comitiva”, a polícia venezuelana prestou a devida proteção ao veículo em que os direitistas brasileiros estavam.

Além disso, ao contrário do que se viu no Brasil em manifestações recentes onde pessoas vestidas de vermelho (petistas ou não) foram fisicamente agredidas, o que aparece na imagem é uma manifestação política basicamente orientada pelos gritos de “Fora” e “Chavez não morreu, se multiplicou”.

Este tipo de manifestação deve ser mesmo novidade para os falastrões liderados por Aécio Neves que em seus anos na política só saiu nas ruas sob forte proteção de escoltas públicas e privadas.

Aliás, o que eu gostaria mesmo era ver essa comitiva ir à prisão de Guantánamo em Cuba protestar contra os prisioneiros que estão lá há mais de uma década sem qualquer tipo de acusação formal por parte das autoridades estadunidenses.

Finalmente, é lamentável notar toda a submissão do governo Dilma à direita no congresso. E, pior, saber que partidos que se dizem de esquerda, o PSOL incluso, ajudaram a aprovar uma moção de repúdio à Venezuela para defender essa caravana de golpistas. Mais lamentável ainda!

Lobão em sua fase “Beato Salú” dá o tom do desespero da direita tupiniquim

As imagens vindas da capital federal dão um tom que mistura micareta com aparições quixotescas de figuras ímpares como Aécio Neves e Lobão, o roqueiro aposentado ainda atividade. È que pressionados pela ida do PT para uma posição centro-direitista, os tucanos e apaniguados estão perdidos e flertem com posições que nem a Arena tinha durante a fase final da ditadura militar de 1964.

Esse tipo de guinada é característico de agremiações que agonizam após terem tomadas suas principais bandeiras e começam a flertar com quaisquer projetos que possam parecer viáveis, inclusive o nazi-fascismo.

Mas deixando a análise dos desatinos de Aécio Neves que em suas últimas declarações está deixando até Ronaldo Caiado com cara de moderado, o mais revelador da perda de rumo da direita tupiniquim é ver que Lobão se tornou um ícone da tucanada desesperada. E olha que estamos falando de um Lobão que guarda grande semelhança com o personagem Beato Salú da novela Roque Santeiro. E notem que não estou falando da barba grisalha, mas do discurso que a toda parece querer reclamar a volta do rei Sebastião para salvar a democracia brasileira!

Enfim, que oposição trágica é essa que precisa de Lobão para agitar as galerias do congresso nacional! Se não fosse tão trágico, seria engraçado!

lobão

Tucanos: do chorôrô ao pedido de recontagem

Os tucanos  não se emendam. Depois de chorarem lágrimas de sangue por causa da derrota para Dilma Rousseff, ontem os tucanos entraram com um pedido de recontagem de votos. Qual é alegação apresentada pelos tucanos? Que a “população” (de tucanos, é claro!) estão reclamando muito na internet para questionar a legitimidade do resultado eleitoral.

Então deixa eu ver.  Os tucanos perdem uma eleição ganha, depois vão na internet extravasar suas ânsias golpistas, e depois usam isso para impedir a proclamação dos resultados finais da eleição? E essas são os que nos salvariam da “ditadura bolivariana” do PT. 

Pelo jeito, daqui a pouco os tucanos vão trazer o candidato derrotado da oposição venezuelana, Henrique Capriles Radonski, para liderar os seus protestos, já que o Aécio Never!! não é muito chegado em ações de rua.  Tucanos e Capriles, que bela combinação!

Como choram esses tucanos!

Derrota-Politica-dos-Tucanos

Eu estou impressionado (será que deveria?) com o vale de lágrimas dos tucanos e seus aliados. Se para cada beicinho feito pelos tucanos inconformados caísse uma gota de chuva,  a seca que assola São Paulo já estaria resolvida! 

O pior é que a mídia corporativa fica ecoando esse chorôrô todo, enquanto a maioria do povo já voltou a sua labuta diária.

Que tal alguém dizer para os tucanos fazerem o mesmo,  começando pelo governador que desertificação São Paulo! ?

O ódio de classe mostra as limitações do Capitalismo sem classes do neoPT

Andei por diferentes lugares do território fluminense na semana que antecedeu o segundo turno das eleições de 2014, e tive tempo para ler algumas pérolas que cabeças coroadas e outras nem tão coroadas assim da imprensa corporativa andavam produzindo. A fotografia que produzo é que a luta de classes que o capitalismo sem classes que Lula quis nos passar está mais viva do que nunca. As manifestações de ódio explícito a Dilma Rousseff e ao PT nada mais são do que ódio de classe, e na sua forma mais explícita. Aliás, as cenas de choro de eleitores tucanos após a confirmação da derrota não são apenas lágrimas de derrota, mas principalmente de ódio aos pobres.

Eu diria que esse ódio foi muito bem trabalhado pelos tucanos e por seus aliados na imprensa burguesa que saiu de vez das tamancas para vender uma versão de realidade que incita o ódio para extrair ainda mais valia da sociedade brasileira. Como são essencialmente parasitários, esses setores mais atrasados da burguesia brasileira não suportam mais ficar de fora da parte principal do aparelho de Estado. No caso da maioria das empresas de mídia, o desespero é essencialmente financeiro, já que amplas fatias do mercado estão sendo engolidas pela internet. Assim, se jogar de cabeça na campanha de Aécio Never!! foi juntar o útil ao agradável.

Mas reconheço que algumas cenas que presenciei nas redes sociais me deixam com a clara noção de que a tentação de arrancar o PT do poder por algum tipo de golpe vai continuar forte, O fato é que o ódio de classe entre setores da burguesia brasileira foi alimentado a tal ponto que agora qualquer recuo político por parte dos tucanos e outros partidos da direita será visto como uma concessão inaceitável ao PT.

De tudo isso eu tiro que os que se julgam efetivamente de esquerda vão ter de sair da sua zona de conforto para efetivamente começar a organizar um processo de reeducação política após tantos anos de capitalismo sem classe do neoPT. Se isso não for feito, não apenas será dada a devida oportunidade para aventuras golpistas ocorreram, mas também de se manter uma situação pouco pedagógica em relação às mudanças que o Brasil efetivamente precisa, as quais o PT já desistiu de fazer desde a famosa “Carta aos Brasileiros” de 2002.