Brasil que está na dianteira da contaminação e mortes ficou para trás na corrida pela vacinação contra a COVID-19

Os testes da vacina do Instituto Butantã com o laboratório chinês Sinovac Biotech começaram hoje - Miguel Noronha/Futura Press/Estadão Conteúdo

A figura abaixo mostra a situação de diversos países em termos do início da vacinação contra a COVID-19 e uma coisa salta aos olhos: a ausência de previsão para o início desse processo que deverá salvar milhões de vidas no Brasil, que vive sob os desmandos do governo negacionista de Jair Bolsonaro.

vacinação por países

Assim, enquanto o Reino Unido começa a vacinar a sua população na próxima segunda-feira (07/12) e os EUA no dia 11 de dezembro, no Brasil não há qualquer previsão real para quando isso deverá ser iniciado, a despeito de termos um sistema único de saúde e dois centros de fabricação de vacinas de renome internacional (a Fiocruz e o Instituto Butantã/SP).

As razões para esse atraso decorrem da mesma raiz de que brotaram as ações contra o uso de máscaras e a adoção do confinamento social para frear o avanço da COVID-19 no Brasil: a negação do conhecimento científico e a priorização dos interesses econômicos em relação à saúde da maioria dos brasileiros, que acontecem ser cidadãos pobres e mormente desamparados pelo Estado brasileiro.

Há que se notar que o Brasil já alcançou no dia de ontem, o estratosférico número de 175 mil mortos e está próximo de alcançar 6,5 milhões de brasileiros contaminados pela COVID-19. Em perdurando a negação oficial de iniciar um esforço concentrado para começar o processo de vacinação, o mais provável é que esses números sejam ainda acrescidos em grande quantidade, colocando o nosso país como um foco permanente de mortes pela COVID-19. 

Então se alguém me perguntar sobre qual seria a prioridade para a ação de partidos e movimentos sociais que se dizem de esquerda no Brasil é iniciar imediatamente uma campanha nacional para exigir que o Ministério da Saúde pare de procrastinar e de colocar a saúde dos brasileiros em risco. Fazer qualquer outra coisa neste momento é simplesmente jogar no mesmo time de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s