Campos dos Goytacazes, a cidade dos sequestros milionários

inside job

Mesmo estando longe de Campos dos Goytacazes, fico sendo informado sobre fatos “sui generis” que ocorrem em nossa cidade.  A mais recente é o sequestro de um empreiteiro que, segundo fui informado, foi “aliviado” de uma vultosa quantia (me foi dito que é na casa dos milhões!!) que guardava dentro de sua residência em um dos muitos condomínios fechados que abrigam as pessoas “de bem” de Campos dos Goytacazes [1]. 

Em particular fiquei intrigado com o conhecimento que os sequestradores/ladrões tinham da existência de quantia vultosa dentro da residência do sequestrado. Isso me leva a pensar na possibilidade de um “inside job“. E como o sequestrado seria ligado de forma sanguínea a uma figura importante da gestão do jovem prefeito Rafael Diniz, o caso fica ainda mais curioso.

Mas com certeza as investigações policiais irão nos revelar quem foram os autores e mentores desse curioso evento policial. É que dado o valor envolvido, a chance de chegar aos responsáveis é maior do que, por exemplo, uma tunga de menor impacto financeiro. A ver!


[1] http://www.jornalterceiravia.com.br/2018/12/07/policia-civil-investiga-sequestro-de-empresario-da-construcao-civil-em-campos/

Perigo no Shopping Estrada é agravado por falta de policiamento

Uma colega da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e sua mãe passaram por momentos de grave risco na noite de ontem (01/07) ao sofrerem um assalto nas imediações no terminal rodoviário de Campos dos Goytacazes em torno das 20:00 horas. O risco aumentou porque de forma espontânea, a mãe dessa colega começou a admoestar o gatuno que, sabe-se lá porquê, resolveu se evadir do local sem perpetrar algo mais grave.

Um detalhe ainda mais grave foi vivenciado quando se procurou algum tipo de autoridade policial para se relatar o incidente. É que não foram encontrados policiais militares ou guardas civis municipais no terminal.

Então o que estamos esperando? Que algum tipo de problema mais grave aconteça para depois se lamentar? Espero que não.

Estudantes da Uenf denunciam falta de segurança em ponto de ônibus

Segundo eles, um aluno foi assaltado na noite de quinta-feira (12 de fevereiro)

Estudante Larissa Simão. (Foto: JTV)

Estudantes da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf), que contam com o serviço de transporte público em Campos, estão inseguros nos pontos de ônibus e questionam a falta de policiamento próximo a universidade. Segundo eles, um aluno foi assaltado na noite de quinta-feira (12 de fevereiro).

Larissa Simão, de 24 anos, cursa o 8º período do curso de engenharia metalúrgica e de materiais, e contou que estava no ponto de ônibus minutos antes do crime acontecer. “Poderia ter acontecido comigo. Mesmo sabendo dos riscos, não tenho escolha, esse é o meio de transporte que tenho. Acho que deveria ter segurança ao redor como tem dentro da universidade”, disse.

O estudante de agronomia Márcio Chaves, que cursa o 10º período, disse que há falta de iluminação no local, o que contribui para a ação dos bandidos. “Nunca fui vítima de assalto, mas já desconfiei de atitudes enquanto esperava o ônibus. Muitos estudam à noite e segurança só dentro dos Centros da Uenf”, disse.

O comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, o tenente-coronel Marcelo Freiman, informou que na manhã desta sexta-feira tomou conhecimento do assalto ocorrido na noite de quinta-feira e o assunto foi discutido no próprio batalhão. “Vamos nos reunir com a Secretaria Municipal de Paz e Defesa Social e reitores de universidades, logo após o carnaval, a fim de promover uma ação integrada, que garanta melhorias na segurança desses jovens. Vamos fazer um levantamento dos pontos que se tornaram alvos certos dos bandidos e neles colocar sistema de monitoramento de câmeras que facilitam as investigações. Outra medida é garantir a iluminação pública nesses locais”, disse o comandante.

FONTE: http://jornalterceiravia.com.br/noticias/campos_dos_goytacazes/64962/estudantes-da-uenf-denunciam-falta-de-seguranca-em-ponto-de-onibus

Barra do Açu: assalto à luz do dia expõe abandono da população

Acabo de ser informado que um assalto acaba de ocorrer na via principal da localidade da Barra do Açu. A vítima foi uma moradora do local que teve seu celular e carteira roubados por uma dupla de assaltantes que viajam numa motocicleta.

Algum incauto poderia perguntar: mas e a polícia, já prendeu os assaltantes? Ora, claro que não. É que na tarde de hoje as atenções estavam dirigidas ao agricultor Reginaldo Toledo que está neste momento prestando depoimento na 145a. Delegacia de Policia por “invadir” uma propriedade de sua família.

Bom, é preciso dizer alguma coisa a mais?