L’Oréal abre inscrições para programa de inovação com foco em sustentabilidade

loreal
Brandstorm 2020 premiará universitários com uma imersão em Paris, em um programa completo para desenvolver e viabilizar projetos inovadores de negócios focando a redução de plástico na indústria da beleza

Estão abertas as inscrições para a 28ª edição do Brandstorm, programa global de incentivo a inovação para universitários. Todos os anos é lançado um desafio no qual estudantes são convidados a desenvolverem sua solução. Este ano, os universitários são desafiados em um tema relacionado a sustentabilidade e o futuro do planeta. A proposta é que eles apresentem uma solução que reduza ou elimine o plástico na indústria da beleza.

Estudantes de qualquer curso podem se inscrever, basta estarem matriculados em uma universidade e formarem grupos de três integrantes. As inscrições vão até o dia 13 de abril e podem ser feitas na página: http://brandstorm.loreal.com/.

Os seis melhores grupos do Brasil irão apresentar seus projetos na sede da L’Oréal, no dia 14 de maio, no Rio de Janeiro. O trio finalista brasileiro representará o país na França, na etapa final, definida em 23 de junho.

O time vencedor da etapa internacional terá a chance de desenvolver sua ideia por três meses em uma imersão 360° na Station F, em Paris, na França, o maior campus de startups do mundo, ao lado de alguns dos mais brilhantes empreendedores da Europa. Além disso, também terá a oportunidade de participar da cúpula One Young World. Um fórum global para jovens líderes e uma plataforma exclusiva de interação com outros jovens de diversos países e setores, compartilhando ideias para desenvolver soluções relacionadas a questões globais urgentes e criar mudanças positivas.

As equipes finalistas do país receberão a mentoria dos especialistas da L’Oréal para se prepararem melhor na defesa do seu modelo de negócios para os principais executivos e investidores da companhia.

Os times inscritos devem enviar uma apresentação de três slides e um vídeo de três minutos introduzindo o projeto. Todo o material deve estar em inglês. Na final nacional, as seis equipes selecionadas participarão de uma feira de inovação para apresentar os projetos ao júri e um time será escolhido para representar o Brasil na final global, em Paris.

O programa Brandstorm existe há 28 anos e já envolveu a participação de mais de 40 mil estudantes de 65 países e regiões, com mais de 80 horas de e-learning e 10 mil projetos e inovações avaliados.

Mais sobre o Brandstorm: http://brandstorm.loreal.com/

Brandstorm 2020
Inscrições: até 13 de abril, no site http://brandstorm.loreal.com/
Final Nacional: 14 de maio.
Final Global na França: 23 e 24 de junho, em Paris, França.
Prêmio ganhadores – nacional: viagem para Paris.
Prêmio ganhadores – internacional: período de três meses de incubação na Station F, em Paris, maior campus de startups do mundo, além da participação no fórum global One Young World.

Setor de cosméticos é o principal beneficiário da farra fiscal no RJ e L´Oreal é campeã das generosidades recebidas

Imagens acima são de uma cerimônia realizada no dia 04/09/2012 para celebrar a parceria entre o (des) governo do Rio de Janeiro e a L´Oreal.

Graças ao mandato do deputado estadual Eliomar Coelho (PSOL) acaba de ser identificado que o setor cosméticos foi o principal beneficiado da farra fiscal comandada pelos (des) governos de Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão, num total de R$ 1,5 bilhão, sendo que a multinacional francesa L´Oreal e suas associadas abocanharam quase R$ 1,0 bilhão!

Assim, não é à toa que a direção da L´Oreal pediu e obteve uma audiência com o (des) governador Luiz Fernando Pezão no dia 11 de Novembro para tratar supostamente a política de desenvolvimento do estado do Rio de Janeiro (Aqui!). Eu fico imaginando como deve ter transcorrido a tal reunião, já que multinacionais não são de se reunir com (des) governantes para oferecerem medidas de auto-sacrifício.

De toda forma, essa descoberta do mandato do deputado Eliomar Coelho explicita como é escandalosa a situação da farra fiscal aplicada pelo PMDB no Rio de Janeiro. Pois enquanto se jogavam bilhões (quase 200 para sermos mais precisos) no colo das corporações, todo o serviço público foi sucateado a ponto de termos perdas quase irreversíveis na existência de determinados órgãos e dos serviços que eles oferecem à população.

Por essas e outras é que uma auditoria independente tem que ser feita na farra fiscal promovida pelo (des) governo do Rio de Janeiro com os recursos recolhidos na forma de impostos. A chance é que chegaremos a novas “surpresas” em termos dos beneficiários das bilionárias generosidades que acabaram quebrando a economia fluminense.

QUEREMOS A CPI DAS ISENÇÕES FISCAIS!

Por Eliomar Coelho*

loreal

Levantamento da minha equipe mostra que o setor de cosméticos no Rio de Janeiro recebeu R$ 1,5 bilhão de benefícios fiscais, apenas no período de 2008 a 2013. Somente a L’Oreal e suas associadas foram beneficiadas em quase R$ 1 bilhão, o que representa 66,66% do total de benefícios para a cadeia. É muito dinheiro!!! E para a L’Oreal, que é simplesmente a maior empresa de cosméticos do mundo!!!

Uma das nove empresas beneficiadas foi descredenciada em 2013 por não cumprir a manutenção dos empregos. Há alerta de descumprimento de empregos em várias delas.

Quanto mais a gente consegue informações sobre benefícios fiscais dados pelo governo do estado, mais constatamos a total falta de controle e de transparência. Por isso, é tão importante a instalação da CPI das Isenções Fiscais.

Queremos abrir essa caixa-preta!!!

* Eliomar Coelho é deputado estadual pelo PSOL.

FONTE: https://www.facebook.com/eliomarcoelho/photos/a.458709430830745.92883.442179582483730/1161312293903785/?type=3&theater