Os desdém pelos pobres sempre aparece nos banquetes

A aprovação em primeiro turno da PEC 241 (ou PEC da Morte) representa um profundo ataque contra a maioria pobre da população brasileira e ao nosso futuro enquanto Nação livre e soberana. Afinal, está se cortando o investimento na educação e na saúde do povo brasileiro para que se continue financiando a riqueza e o fausto dos banqueiros, uma classe que enriquece ao custo da pobreza coletiva.

Mas não é sobre isso que eu quero falar. O que mais me impressionou nessa votação não foi a opção dos deputados em si, pois da maioria do congresso nacional eu só espero o pior. O que impressionou foi a realização de um banquete preparatório no final de semana, onde o presidente “de facto” Michel Temer convocou deputados e consortes para um banquete no Palácio da Alvorada ao custo estimado (por baixo) de 150 mil reais (ver imagem abaixo).

nenarakov-0

Esse banquete é um tapa na cara dos contribuintes que bancaram o regabofe e expressa bem como as elites políticas brasileiras se portam no momento em que vão atacar direitos sociais: custos para os pobres ,benesses para as elites.

Mas por uma dessas coisas que só a internet possibilita, encontrei a imagem abaixo numa página pessoal do Facebook e ela mostra que não é de hoje que as elites banqueteiam enquanto se preparam para aprovar medidas que implicarão em graves prejuízos aos pobres.

nenarakov

Essa foto  é de Maio de 1917 e mostra um banquete na casa de um dos príncipes do Império do Czar Nicolau II no mesmo período em a nobreza russa votava o regime de contenção de alimentos para a população (em virtude da Primeira Guerra Mundial).

Pois bem, o que aconteceu cinco meses depois que um fotógrafo imortalizou esse jantar suntuoso? Sim, isso mesmo, a Revolução Russa! Aliás, esta foto foi tirada do livro  de A’lbert P. Nenarokov intitulado “A revolução mês a mês” e que foi publicado no Brasil pela Editora Civilização.

Ainda que no Brasil nos falte um partido como o liderado por Lênin e seus camaradas, não posso deixar de pensar que também aqui o jantar suntuoso de hoje poderá ser sucedido por uma revolta do povo. A ver!

5 pensamentos sobre “Os desdém pelos pobres sempre aparece nos banquetes

  1. Pedro disse:

    NO penúltimo parágrafo, o nome do autor não é Alʹbert Pavlovich Nenarokov?

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s