Cuidado ao celebrar. A grotesca remoção hospitalar de Anthony Garotinho serve a interesses obscurantistas

garotinho

Não tenho nenhuma simpatia pelo tipo de política praticada pelo senhor Anthony Garotinho, e durante seus anos no Palácio Guanabara fui um crítico ferrenho de suas práticas, o mesmo tendo acontecido quando sua esposa, Rosinha Garotinho, foi governadora.  

Agora, se alguém acha que estou celebrando a forma despudorada como ele foi retirado do Hospital Souza Aguiar, se engana rendondamente. Além de se colocar sua vida em risco ao ser removido, quando estava sendo monitorado por problemas cardíacos que são de conhecimento geral, a colocação de membros da mídia corporativa para transmitir o espetáculo que foi meticulosamente preparado deve ser motivo de completo repúdio por quem deseja que haja um avanço nas práticas policiais no Brasil.

É que se fazem isso com uma personalidade política conhecida como Anthony Garotinho, o que dizer do que continuará a ser feito contra cidadãos pobres que sejam apanhados em alguma viela escura no meio da noite?

É importante notar que tenho lido uma série de manifestações de juristas que afirmam categoricamente que a prisão preventiva imposta a Anthony Garotinho não possui a devida base legal, e que se dá ao arrepio das chamadas garantias individuais que estão asseguradas na Constituição Federal do Brasil de 1988.  Sendo portanto, arbitrária e ilegal (Aqui!).

Noto ainda que o uso amplo, geral e irrestrito que se está fazendo da chamada “prisão preventiva” é outra escrecência jurídica, já que, novamente, os crimes pelos quais Anthony Garotinho está sendo acusado raramente implicam na decretação do encarceramento sem que tenha ocorrido o devido julgamento com decisão de pena de prisão.

Ainda que no plano municipal, a tentação de muitos que se dizem democratas e até de esquerda seja aplaudir as medidas que estão sendo tomadas contra Anthony Garotinho, eu chamaria a atenção de que hoje pode ser o ex-governador, mas amanhã podem ser militantes de partidos de esquerda e movimentos sociais.  É que não faltarão oportunistas e apoiadores do estado de exceção para equalizar o político impopular e de práticas duvidosas ao militante que quer mudar a sociedade brasileira. Basta ver o que já está sendo feito contra o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Goiás e no Paraná. 

Um elemento final é que dada a fragilidade jurídica que cerca a prisão de Anthony Garotinho é bem provável que ele consiga sua liberdade mais cedo ou mais tarde, talvez mais cedo do que tarde. E quando ele sair, o mais certo é que sua metralhadora giratória e o arcabouço documental que ele aparenta ter amealhado venham a ser usados para atingir duramente quem hoje celebra sua prisão. A ver!

48 pensamentos sobre “Cuidado ao celebrar. A grotesca remoção hospitalar de Anthony Garotinho serve a interesses obscurantistas

  1. FERNANDA DE ALMEIDA AZEREDO DA SILVA disse:

    Entendo e respeito a sua opinião.
    Mas, como cidadã campista, conheço Garotinho desde a minha infância. E o que eu vi foi uma bela interpretação, digna de um Oscar. Tanto dele, quanto da esposa e da filha.
    Isso nada mais é do que perceber que caiu do cavalo.
    Quer comover a opinião pública.
    Aos campistas, não engana mais.

    • Prezada Fernanda, moro em Campos há quase 19 anos e sempre fui um crítico da família Garotinho. Entretanto, repito o que disse na postagem, para mim o central é o uso abusivo da prisão preventiva e a aplicação da pirotecnia midiática para demonizar o Garotinho. Isso não serve aos interesses de quem deseja que nossa cidade tenha um futuro realmente melhor, com melhor distribuição de riqueza e equidade social. E lamento te contrariar, pois acho que o Garotinho sairá mais forte deste episódio.

      • Gabriel Amoglia Fidelis disse:

        Sr. Marcos garanto que o senhor nunca esteve em Bangu para ver com seus próprios olhos como é tratado um pobre que comete um crime. Pois nunca vi postagem nenhuma sua defendendo um pobre sem popularidade. No mínimo o senhor deve mamar em alguma têta criada por esse criminoso. A lei tem que ser igual para todos, independente de raça, côr, credo ou situação econômica..é uma utopia?, pois bem estou a perseguir este sonho! ass: cidadão honesto, trabalhador, pobre e indignado.

      • Prezado Gabriel,
        Pelo jeito você não se deu ao trabalho de ler com profundidade o que eu escrevi ao longo da existência deste blog. No caso do ex-governador Anthony Garotinho, posso lhe afiançar que não sou exatamente a pessoa a quem ele se permitiria oferecer qualquer tipo de benesse, visto que sabidamente eu não sou do tipo de pessoa que aceita esse tipo de coisa. Aliás, vivo apenas com meu salário parcelado de servidor público, com muito orgulho posso lhe garantir. Agora, não confunda justiça com justiçamento, pois são justamente os pobres quem sofrem o sobrepeso de uma sociedade que confunde essas duas coisas.

    • João Dias disse:

      Fernanda seu relato é maliciosamente dúbio, qualquer XXXX, XXXX, percebe a malícia demonisadora no seu comentário.

      • João, fiz uma edição rápida porque não concordo com adjetivações pejorativas em meu blog. Entretanto, você tem todo o direito de expressar sua contrariedade frente à situação em que se encontra o ex-governador Garotinho. Obrigado por acompanhar o blog.

  2. Odisséia Carvalho disse:

    Concordo com você,sou opositora ao Garotinho,mas sua prisão faz parte da pirotecnia midiática..

  3. Juçara disse:

    Muito ponderada sua avaliação. Dessas coisas que eu gostaria de ter escrito .

    • Juçara, obrigado por acompanhar o blog e compartilhar sua opinião. Na verdade, eu tento ser sempre fiel aos meus princípios e essa postagem reflete isso, em que pese eu não ser um apoiador das ideias e práticas do Sr. Anthony Garotinho.

      • André Luiz berça disse:

        Ele não retirado. Ele se negou a obedecer uma ordem judicial. Ele está em uma unidade de saúde no complexo penitenciário de bangu. Lá há médicos acompanhando seu quadro clínico. Vai fazer cateterismo na segunda feira, e pelo o que me consta, a sua pressão arterial estava estabilizada. Duvido muito que o cateterismo acuse algum dano. Ser hipertenso é uma pré disposição ao AVC ou ao infarto, mas não uma sentença como defende o advogado do investigado. Ele poderia muito bem ter colaborado com as autoridades policiais e ter evitado esse vexame.

      • Bom, André, pelas cenas mostradas e pelo que foi informado, ele foi retirado à força sim. Mas exatamente porque ele é um paciente cardíaco que eu estranho essa pressa toda para removê-lo para o presídio. Mais interessante ainda foi a informação de que ele será tratado numa UPA dentro do presídio. E, friso, sem que haja condenação. Se isso te parece correto, a mim parece arbitrário e discricionário. Como não quero que isso aconteça a pessoas sem o mesmo poder de bancar advogados, me reservo ao direito de discordar ao tratamento sendo dispensado ao Sr. Anthony Garotinho.

  4. Alex neves disse:

    Também sou um campista, nascido e criado aqui. No entanto estou estagnado com a forma repercutiva negativa em que este caso está sendo levado. O Garotinho por sua vez está indiciado e teve sua prisão temporaria decretanda por rumores de compras de votos por intermédio do Cheque Cidadão, programa social esse que beneficiou milhares de pessoas nas quais mais necessitam. Um homem do povo!!! Aceitamos justiça, mas não a implicância e perseguição política!

  5. neide disse:

    Sabe de uma coisa ? E muito pano em cima de um caso verídico, que a família garota nãovem roubando hhá anos ! Destruindo toda a cidade. Apoiado toda a autoridade jurídica que está prevalecendo ; bandido e prisão. É pouco Hoje ou amanhã o mesmo diabo que deu a ele tirandoddo povo. Apronta mesmo . Agora prevalece o comando satânico assim será para todos.

    • Neide, para mim o maior problema é que até que apareçam provas cabais de outros malfeitos, a acusação que justifica a prisão preventiva do Sr. Anthony Garotinho não justifica o uso da prisão preventiva. E é disso que a minha postagem trata. Sobre comando satânico ou não, isto está literalmente fora do meu escopo de análise. E cuidado para não concentrar a demonização no Sr. Anthony Garotinho. É que outros políticos passaram pela prefeitura de Campos dos Goytacazes e as suas práticas foram iguais ou piores daquelas que você aparentemente quer condenar.

  6. Magnelson disse:

    Apoiado!! Parece desvio de foco da lava-jato. Porque certas pessoas (Cabral, Lula, Dilma etc) são investigadas a anos e nada acontece ou demora, e justamente quando acontece fazem isso com o Garotinho?? Se isso não é perseguição política, é o que?? Magnelson Coelho Neto.

    • Magnelson, eu suspeito que não seja desvio de foco da Lava Jato, mas uma difusão do padrão de comportamento policial e jurídico que essa operação ensejou. Em relação às pessoas que você mencionou, o Sr. Sérgio Cabral está na cadeia desde ontem. E eu adiciono que sua prisão preventiva possui as mesmas características que as do Sr. Anthony Garotinho. Existem analistas sérios que estão vendo nessas duas prisões um padrão comum que é o de tentar encurralar a classe política.

  7. valda pinheiro disse:

    A verdade é que enquanto ta bom pra todo mundo ,ninguém se manifesta, os eleitores por repetidas vezes elegem quem paga mais pelo seu voto,quem paga um gás,ou distribui facilidades de sustentos para viverem encostados sem querer nada com trabalho,querem ganhar muito,trabalhar pouco,ficar mamando nas tetas do governo sem correr atrás de um estudo ou se aperfeiçoar em algo para terem uma renda na mudança política. Agora fica postando isso e aquilo outro ,falando mal e desejando coisas ruins para garotinho. Uma corja que deve está ganhando pouco. Não estudei ,mas desde cedo comecei a trabalhar e ganhar meu dinheiro honestamente para criar meus filhos. Se perguntar a esse bando de desocupados se sabem passar uma roupa,fazer uma faxina…NAO SABEM,,, porque querem FACIL. Tomara que ele tenha nomes por nomes de quem está rindo agora dele ,pra depois saber exatamente a quem dar o prato cuspido para que sejam lavados com a cara. E um desabafo ao ver o video da filha chorando vendo um pai prestes a ter um infarto.

  8. valda pinheiro disse:

    “Araruta tem seu dia de mingau”… É só midia e favorecimentos que só saberemos para quem , um pouco mais adiante. Me perdoe estar desabafando no seu blog,mas é cada coisa que vejo na rede social. Sou uma mera cidadã que passa quase todo mês por assaltos a mão armada nos onibus e a policia não faz esse alvoroço todo. Há quem rir na hora da ocorrencia , tipo “não tem jeito” “não adianta dar parte” e como é alguém que querem tirar proveito se mostrando,fazem isso tudo. To revoltada …

  9. Fraga disse:

    Ele foi tirado a força pois se recusou a cumprir uma ordem judicial, ponto. Nenhum policial seria maluco de levá-lo sem tal ordem… todos nós estamos sujeitos às leis e normas do País. Pq com ele seria diferente? Se fosse pobre e favelado, não faria dando tanto iPhone!! Fez um show pq quis, pq gosta de um barraco. Gosta de chamar a atenção e inverter os papéis. Ele é o bandido… ponto! Cabral foi preso e não teve nada de mídia difamatória… foi e pronto. Garotinho simplesmente inventou essa doença pra não ir pra Bangú e ficar no hospital e o escândalo da sua família mostra a que ponto estao chegando os políticos… não querem cumprir a lei. Se acham acima do bem e do mal. Qq um de nós que tivesse a prisão decretada teria que se dirigir ao presídio. Hospital não é presídio e só pelos chutes e socos que ele deu nos agentes mostra quão bem ele estava. O que acontece hoje na sociedade é uma mega inversão de valores… Infelizemente hoje a prisão preventiva tem sim se mostrado extremamente útil. O que não dá é políticos que se utilizam de dinheiro público ficarem soltos usufruindo e ostentando uma vida totalmente desconectada com a da população…

    • Prezado Fraga, a condição de hipertenso do Sr. Anthony Garotinho não está sob disputa, pois é fato conhecido e reconhecido publicamente. E meu ponto na postagem não é se o Sr. Anthony Garotinho está certo ou não em resistir à remoção, mas aos aspectos grotescos que se permitiu ocorrerem nesse processo, e com o amplo uso da mídia corporativa. Quanto ao uso indiscriminado das prisões preventivas, me reservo ao direito de ser contrário. É que se aplaude hoje o uso contra políticos acusados de diversos crimes. Mas amanhã poderemos ter de tolerar o seu uso contra qualquer cidadão e por qualquer razão que seja. E se isso acontecer, o aplauso de hoje terá sido apenas a semente de um estado de exceção. E, lamento, já vivi isso na ditadura de 64 e sinceramente não quero que isso se repita. Pelo menos não com o meu apoio.

  10. Vania disse:

    Certamente, a prisão preventiva foi decretada para evitar que o Garotinho fuja ou alicie mais gente a seu favor, para mentir e prejudicar aa investigações…

  11. Euzeny Soares de Oliveira disse:

    É muita hipocrisia, o político vai lá rouba deixa o país no buraco e ainda tem quem os defendam. Quem fica no prejuízo é o povo pobre quem não tem a quem recorrer.

    • Euzeny, aqui neste blog eu não defendo político que rouba o país. E concordo que quem fica no prejuízo são os pobres. Mas, tampouco, defenderei o justiçamento como método de punir eventuais culpados. É que também neste caso se a prática for definitivamente legitimidade, quem mais sofrerá serão os pobres.

  12. Fábio disse:

    Estimado Marcos Pedlowski, Não sou fã do Garotinho, mas achei toda esta orquestração desnecessária, o Juiz e a Policia Federal de Campos deram um tiro no pé, pois o Garotinho sairá fortalecido deste episódio, a prisão foi prematura e desnecessária e certamente cairá, até que seja Julgado o Mérito. QUando o Juiz ordenou a retirada dele do hospital, ali eu vi o Garotinho virando o Jogo.

    • Fábio, obrigado pelo comentário. Eu compartilho dessa mesma impressão sua. Mas o mais grave foi o tipo de precedente que tentou se criar com a remoção do Garotinho para Bangu.

      • Fábio disse:

        Foi desumano, não porque era o Garotinho, mas sim porque antes de ser quem ele é, é um ser Humano e não pode ter os direitos minimos violados. òdio, Vingança e revanchismo não ajuda em nada.

  13. Viviane disse:

    Estou impressionada com sua eloquência, professor. Observei todas as opiniões expostas em seu blog e a serenidade com que respondeu a cada uma delas. Concordo plenamente com a sua análise. Sinto falta de ouvir palavras coerentes como as suas. Infelizmente muitos não compreenderam a ênfase à postura arbitrária e estão aqui achando que o senhor está defendendo as práticas do sr. Anthony Garotinho, mesmo tendo afirmado de forma bastante explícita em seu texto que discorda dele politicamente. Parabéns pelo blog!

    • Obrigado, Viviane. Na verdade, o essencial aqui é tentar demonstrar que criado o precedente usando o Garotinho como instrumento, qualquer um de nós poderia passar pelo mesmo tipo de situação arbitrária.

      • Viviane disse:

        Compreendi perfeitamente. Excelente texto! Tornei-me fã de carteirinha….rs.

      • Obrigado, Viviane. Espero que continue seguindo o blog.

      • Valda Pinheiro disse:

        Ontem tinha uma louca no meu trabalho zombando o acontecido. Fiz uma única pergunta… ”vc paga legalmente seu imposto de renda”?? Emite todas as noras fiscais?? ”calou-se.. Então eu disse… Se a pf te pegar, vc merece ser tratada assim??? ”calou-se” a tarde inteira..

      • Bom, Valda, por isso é importante manter o diálogo e colocar as questões como devem ser postas. Assim, evitamos que o discurso moralista assuma o controle das nossas vidas. É que a história já mostrou várias vezes onde isso termina.

  14. Edwards disse:

    Parabéns pelo excelente texto e importante lucidez ao caso. Você, como poucos, tem idoneidade para essa crucial ponderação, Marcos.

  15. Lisca disse:

    Ô povo que tem vocação pra defender bandido. Deve ser síndrome de Estocolmo. Os corruptos roubam milhões dos cofres públicos e matam indiretamente milhares de pessoas. Aí quando finalmente são presos … “calma, calma, que agressão, que violência, que absurdo, não pode fazer isso com um senhor tão distindo.” kkkkkkkkkkk

    • Lisca, não sei onde você encontrou defesa de bandido na minha postagem. O que apontei é que determinados procedimentos usados contra o Sr. Anthony Garotinho eram ilegais e arbitrários e, por isto, condenáveis. Além disso, o que me preocupa mesmo é a instalação de um estado policial onde cidadãos mais pobres continuarão a ser tratados da pior forma possível, e sem os bons advogados que pessoas como o Anthony Garotinho e Sérgio Cabral possuem, por exemplo.

  16. Bruno disse:

    Garotinho voltará a ser governador; Cabral será novamente seu braço direito. Eike voltará muito mais rico com as suas licitações estratosfericamente bilionárias. A desigualdade social vai aumentar, e vamos só-rrir disso tudo…abraços.

    • Bruno, acho que suas previsões são difíceis de serem cumpridas. Mas o que eu espero mesmo é que possamos elevar o debate sobre crime e castigo, evitando justificar o uso do justiçamento como forma de aplacar a ira popular contra os maus governantes.

  17. Antonia disse:

    Parbens Marcos. Não sou do Rio de Janeiro e sempre repudiei a postura politica de Garotinho bem como sua forma de governar. No entanto abominei a forma como foi tratado ao ser retirado hospital S.Aguiar.A pessoa humana deve ser tratada com respeito e dignidade .Isto não quer dizer que não seja julgado e devidamente punido pelos erros que cometeu.É a Just a que tem de fazer isto é não outras pessoas e instituições.Da forma como afirma o seu acaba sendo vítima pela opinião pública.

    • Antonia, concordamos perfeitamente nessa questão. Aliás, o que mais me preocupa é a geração de um acordo social sobre essa forma de tratamento e suas repercussões sobre quem não tem dinheiro para contratar bons advogados para fazer valer o que determina a Constituição Federal Brasileira.

  18. Douglas da Mata disse:

    Caro Marcos,
    Não se trata (apenas) de incorrer no erro (comum) de imaginar que a barbárie com certos integrantes do establishment nos trará avanço civilizatório, eu sei disso…
    A questão é mais particularizada, no sentido de comemorar que alguém que tenha instrumentalizado a Polícia e Justiça, bem como advogados e mídia contra seus adversários, fazendo-os passar por agruras talvez até mais dramáticas (e não encenadas: uai, como um cardíaco tem tanta disposição?), seja tratado com o mesmo remédio.
    Lembre, caro amigo, que as revoluções e mudanças civilizatórias estão recheadas desse tipo de “justiça de Talião”, cujo efeito pedagógico é indispensável para legitimar a “nova ordem”.
    Sem a morte dos Romanov a Revolução de Outubro não iria adiante.
    Também sei que você dirá que não vivemos tempos revolucionários, muito ao contrário, mas eu retruco dizendo que um dos problemas da esquerda (nosso) é tratar os canalhas com um tipo de humanidade que eles não merecem, nem dedicam a nós!
    Então, danem-se os garotinho!

    • Douglas, entendo perfeitamente os seus argumentos, inclusive sobre a questão da “justiça de Talião”. Mas o meu ponto nesta postagem não é defender o Sr. Anthony Garotinho que, aliás, possui excelentes advogados para defendê-lo. A minha preocupação é com a disseminação de uma lógica que torne as práticas sendo usadas supostamente para moralizar a coisa pública contra os que já sofrem as piores agruras do sistema social em que estamos vivendo. É com a maioria pobre do nosso povo que me preocupo. Esperava ter deixado este ponto claro na minha postagem, mas agradeço a oportunidade que você me deu para reforçar esse aspecto que eu considero ser essencial.

  19. Gilberto Nunes disse:

    A tentação de nos tornarmos juízes leigos

    Estes dias que se passaram me remeteram a minha época de faculdade, especificamente as aulas de filosofia e ao livro de Michel Foucault intitulado “Vigiar e Punir”.

    É certo que a humanidade está banalizando muitos comportamentos imorais, mas chegar ao ponto de nos regozijarmos com a dor e o sofrimento alheio é o fundo do poço. Antigamente a punição para crimes graves era a morte e esta virava um espetáculo em praça publica.

    Podemos sim trazer a memória dois fatos:

    1° A condenação, morte e esquartejamento de Tiradentes… Algo hoje tido como bárbaro, mas será que não nos divertiríamos se o condenado fosse um desafeto político ou um criminoso?

    2° A condenação a morte de um inocente, o nome do injustiçado é Manoel Motta Coqueiro, que ganhou o apelido de “A Ferra de Macabu” e nasceu em uma fazenda em Campos dos Goytacazes. Foi condenado a morte pela acusação de assinar uma família de colonos, houve grande clamor público e pressão da imprensa, isso agilizou a sentença e consequentemente a sua condenação a morte. Tempos depois foi desmascarado que tudo tinha sido armado por um desafeto de Manoel, mas já era tarde. Esse foi a última condenação a morte que tivemos no Brasil, esse grande erro pois fim a pena de morte em nosso país. Saiba mais através deste link: http://justificando.com/2014/11/12/fera-de-macabu-o-maior-erro-judiciario-brasileiro/

    Trouxe a cena estes dois exemplos para demonstrar primeiramente que muitos que se regozijam com a dor e até a morte de uma pessoa, podem amanhã estar vivendo situação parecida e também que nem sempre a justiça está certa, por isso temos que tomar muito cuidado com as nossas opiniões e decisões, principalmente quando se trata de julgar e condenar o próximo.

    Estamos virando juízes através de matérias jornalísticas, na maioria das vezes tendenciosas e sensacionalistas. Será que esse é o caminho? Precisamos refletir sobre os nossos atos, talvez assim ainda tenhamos chances de nos tornarmos seres evoluídos e racionais.

    No mais, como cristão, espero que possamos ter como meta o agir conforme a Cristo. Por isso, antes de qualquer ação, vamos nos perguntar “será Cristo agiria da mesma forma?”.

    Que Deus restabeleça a saúde emocional e física da família Garotinho e que também nos faça refletir sobre os nossos atos.

    A Paz!

    Gilberto Nunes

    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/11/garotinho-passa-por-angioplastia-e-recebe-impante-de-stent.html

  20. […] em favor de Anthony Garotinho não me surpreende, pois como já havia dito em postagem anterior  (Aqui!)  , toda a situação legal em torno da prisão dele me pareciam muito […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s