Operação Timóteo: Silas Malafaia é conectado a esquema de corrupção envolvendo royalties minerais

malafaia-eduardo-cunha-001

O pastor Silas Malafaia é um daqueles exemplos de como o uso político da religião pode ser benéfico já que ele se tornou uma pessoa de influência graças à sua habilidade de carregar nas tintas contra seus adversários a partir de uma leitura bastante moralista do livro sagrado dos cristãos.

Agora, mais uma vez, Silas Malafaia é flagrado em um caso envolvendo a apropriação indébita de recursos públicos para fins privados como mostram hoje os principais veículos da mídia corporativa. O caso envolve desvios de recursos obtidos com o pagamento de dívidas de royalties cobrados pela exploração mineral (Aqui! e Aqui!).

malafaia

Segundo informou a Agência Reutera, com base em informações fornecidas pela Polícia Federal,  Silas Malafaia é suspeito de ter usado contas correntes de uma instituição religiosa com a intenção de ocultar a origem ilícita dos valores.

Hábil usuário das redes sociais que é Silas Malafaia já está negando que tenha participado de qualquer ato de corrupção, pois apenas teria recebido uma “doação” de um dos envolvidos no esquema que está sendo agora desbaratado pela justiça. Resta saber se a famosa oratória de Malafaia vai ser suficiente para que ele se livre de problemas com a justiça.

É interessante lembrar que o ex-deputado Eduardo Cunha também foi acusado de ter usado  a igreja evangélica que frequentava , a Assembleia de Deus de Madureira, no Rio de Janeiro, para fazer a mesma coisa de que Silas Malafaia é agora acusado, mostrando que pode haver mais do que coincidência nesses casos (Aqui!). 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s