Pandemia do Coronavírus poderá criar uma tempestade perfeita na economia global

tempestade perfeita

Uma tempestade perfeita é um evento no qual uma rara combinação de circunstâncias agrava drasticamente o evento. O termo é usado a partir de uma analogia com uma tempestade particularmente grave que resulta de uma rara combinação de fenômenos meteorológicos. Pois bem, o que estamos assistindo neste momento em escala global é, ao que tudo indica, a formação de uma tempestade perfeita a partir dos inevitáveis efeitos sobre a economia global da difusão em escala planetária do coronavírus.
É que apesar de ser uma enfermidade que acomete as parcelas mais idosas da população, a chamada COVID-19 (ou simplesmente coronavírus) iniciou sua onda de mortes na China que é atualmente o carro chefe da economia mundial. Dados iniciais mostram que um resfriamento de consumo no mercado chinês, o qual deverá se estender a outras economias, atingindo de forma mais aguda as mais periféricas como é o caso da brasileira.

china-trop-2020056

Imagens de janeiro e fevereiro de 2020 mostram sensível diminuição da poluição atmosférica nas principais áreas industriais da China em associação direta com a diminuição da produção industrial
Como ainda não se conhece a amplitude que a pandemia do COVID-19 terá em todo o mundo, o que estamos assistindo é o derretimento das bolsas financeiras nos principais mercados globais, e a rápida retirada de divisas, como tem se visto nas últimas semanas no Brasil.
O problema é que os problemas da economia mundial já estavam sinalizados antes da eclosão da COVID-19 em Wuhai. Assim, é bem possível que eclosão de uma pandemia causada pelo COVID-19 sirva para jogar os mercados globais em uma espiral recessiva que será tão ou mais difícil de ser controlada.
E no meio disso tudo, o Brasil ainda tem que conviver com um governo federal comandado por um presidente que não inspira confiança nem nos mega especuladores a quem o ministro da Fazenda, o banqueiro Paulo Guedes, está tentando entregar nossas principais empresas estatais. O problema para a economia brasileira poderá ficar ainda mais grave se as últimas medidas anunciadas para liberar agrotóxicos altamente toxicos e a mineração em áreas indígenas resultarem em fugas de reservas ainda maiores do que já foram vistas nos primeiros dois meses de 2020.
Aí sim a tempestade perfeita virá com força total e com efeitos ainda mais devastadores.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s