Um em cada cinco países corre risco de colapso ecossistêmico

riscos-climáticosDevastação causada por incêndio em uma área de floresta na Austrália. O país está perto do topo do índice Swiss Re de risco à biodiversidade e aos serviços ecossistêmicos. Fotografia: Adwo / Alamy

CLIMAINFO-FINAL-2

Um relatório da seguradora Swiss Re identificou risco de colapso dos ecossistemas de 20% dos países do mundo, por conta da destruição da vida selvagem e de seus habitats. Além de prejudicar o meio ambiente, isso pode gerar um baque tremendo à economia, já que mais da metade do Produto Interno Bruto global (cerca de US$ 42 trilhões) depende dos serviços ecossistêmicos.

O índice observa 10 serviços-ecossistêmicos-chave e usa dados científicos para mapear a situação de cada um por meio de imagens de satélite. Os serviços incluem fornecimento de água e ar limpos, alimentos, madeira, polinização, solo fértil, controle da erosão e proteção costeira, bem como integridade de habitats naturais. A listagem servirá como referência para ajudar na avaliação de riscos por parte da seguradora.

Países como Austrália, Israel e África do Sul figuram no topo da lista como focos de preocupação com degradação dos ecossistemas. Já o Brasil é citado como um país com grande áreas de ecossistemas ainda intactas, mas que estão sendo cada vez mais ameaçadas, com grande prejuízo potencial para a economia nacional.

Guardian e o New Statesman deram mais detalhes sobre o levantamento.

Este texto foi inicialmente publicado pelo ClimaInfo [Aqui!].

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s