“Volta Grande”, filme que narra a luta dos ribeirinhos expulsos por Belo Monte, no Pará, tem estreia global no Videocamp

A partir de 24/11, plataforma disponibiliza o curta-metragem que aborda um processo inédito na história da construção de hidrelétricas na Amazônia: a garantia do direito de retorno dos ribeirinhos para a beira do rio

vr

Cinco anos após o recebimento da licença para a operação da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, o reassentamento das famílias que foram removidas da beira do Rio Xingu ainda não foi realizado. Com o intuito de propor reflexão sobre o tema e ressaltar a luta dos ribeirinhos para que tenham os seus direitos respeitados, principalmente, na reconstituição de seu modo de vida, a plataforma Videocamp estreia, globalmente, o curta-metragem “ Volta Grande “, que pode ser assistido como, onde e quando o usuário da plataforma desejar, a partir do dia 24 de novembro.

Com produção do Conselho Ribeirinho e Rede Xingu+, e direção de Fábio Nascimento, o filme conta a história da violenta remoção de 300 famílias ribeirinhas para a construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, até sua organização e a conquista do direito ao retorno para as margens do rio Xingu. O curta também narra o processo inédito na história da construção de hidrelétricas na Amazônia: o retorno dos ribeirinhos para a beira do rio, na área do reservatório principal da usina. E para que o assunto não fique só nas telas, no dia 26 de novembro, às 18h, haverá um debate online sobre o filme no canal do Youtube do Instituto Socioambiental.

“Estamos muito felizes com o lançamento global do filme ‘Volta Grande’ em nossa plataforma, sobretudo porque ele aborda uma questão tão urgente que é o reassentamento dos ribeirinhos e a garantia da recomposição do modo de vida deles, por meio de seus direitos territoriais. Para gente é uma alegria e um compromisso apoiar produções nesse momento desafiador, em que o não estar juntos fisicamente não deve ser um impedimento para que a gente acesse a potência de histórias como essa e promova debates urgentes”, ressalta Josi Campos, coordenadora do Videocamp.

“A trajetória do Conselho Ribeirinho é um exemplo para as demais populações impactadas por grandes obras de infraestrutura que enfrentam violações aos direitos e o apagamento de suas identidades e modos de viver. É importante que essa história seja conhecida e vista pelo maior número de pessoas”, diz Ana De Francesco, antropóloga que faz parte do grupo de apoio ao Conselho Ribeirinho.

Sobre o Videocamp

O Videocamp é uma plataforma online que reúne filmes com potencial de impacto que podem ser exibidos por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo e de forma gratuita. A missão do Videocamp é criar caminhos para democratizar o acesso à cultura e à informação, que são direitos universais. Para os realizadores, a plataforma potencializa a formação de público e atua como ferramenta de promoção dentro da estratégia de lançamento do filme.

Relacionamento com a imprensa
 
2PRÓ Comunicação, alana@2pro.com.br
 
Belisa Barga / Elisabete Machado / Juliana Oliveira / Myrian Vallone

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s