Agrotóxicos “matadores de abelhas” estão proibidos na Europa, mas com exportação permitida. Brasil é o principal destino

A UE proibiu os neonicotinóides para proteger as abelhas. No entanto, novos números mostram que eles ainda estão sendo fabricados na Europa, mas que corporações como a Bayer e a Syngenta continuam exportando milhares de toneladas para países com controles fracos, principalmente para o Brasil

Biene bei der Arbeit

2 Abelha em um dente de leão: “Evidências  de danos em rápido crescimento” Foto: Sebastian Gollnow / dpa

compass

Este texto foi escrito originalmente em alemão e publicado pela revista “Der Spiegel” [Aqui!].

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s