Dados de satélites mostram a colossal contribuição do degelo da Groenlândia para o aumento do nível do mar

O que é cinco vezes o tamanho da Alemanha, com até três quilômetros de espessura – e vem ficando cada vez menor nos últimos 25 anos? Isso mesmo, o degelo na Groenlândia. As consequências já são visíveis e vão durar muito, muito tempo.

DEU DAENEMARK GROENLAND KLIMA

Geleira Sermeq Kujalleq perto de Ilulissat, Foto: Michael Kappeler/AP

Por Christopher Seidler para a Der Spiegel

14 de agosto de 2021 foi um dia simbólico na estação Summit, no ponto mais alto do manto de gelo da Groenlândia. De acordo com registros meteorológicos, as temperaturas na base de pesquisa, que fica a 3.200 metros acima do nível do mar, caso contrário, apenas valores médios diários de -13 graus, mesmo no verão. Mas neste dia, as temperaturas ficaram acima de zero por nove horas completas – chuva também foi registrada . Algumas semanas antes, em 28 de julho, houve outro extremo: enquanto 60% da superfície do gelo estava derretendo naquele dia, um recorde de temperatura de 23,4 graus Celsius foi estabelecido no aeroporto de Nerlerit, no leste da Groenlândia, perto de Ittoqqortoormiit.

Série negativa de 25 anos seguidos

Este texto foi escrito originalmente em alemão e publicada pela revista Der Spiegel [Aqui!].

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s