A pandemia não acabou! Brasil chega a 661 mil mortos por COVID-19 e 21.229 novos casos nas últimas 24 horas

ba.2

Um dos maiores exemplos da forma irresponsável com que os governantes brasileiros (desde o presidente da república até os prefeitos) podem tratar a coisa pública é a atitude de decretar o fim antecipado da pandemia da COVID-19 no Brasil. É graças a esta atitude de negar as evidências científicas de que a pandemia está ainda, lamentavelmente, longe de acabar que permite que as pessoas tratem a ameaça da COVID-19 como algo superado. É essa atitude de ignorar o perigo que nos ronda que permitiu que o Brasil chegasse no dia de hoje a um número absurdo de 661 mil mortos e 21.229 novos casos, apenas nas últimas 24 horas (ver imagem abaixo).

casos covid-19 09042022

O problema é que se ignorar a realidade normalmente já é uma garantia de que algo vai dar errado, imaginemos o que pode acontecer quando o problema que se enfrenta é um vírus letal que insiste em gerar novas variantes que mantém o escala de casos em níveis muito altos, dois anos após o início oficial da pandemia da COVID-19.

O fato é que, em face da suspensão de todas as medidas básicas de autodefesa que foram precariamente implementadas no Brasil (o uso da máscara oficial sendo a mais popular e adotada de todas), estamos todos continuamente expostos a sermos infectados por uma dessas variantes emergentes, como é o caso agora da recém chegada “BA.2“, uma parente da variante Ômicron que está se provando ser ainda mais contagiosa. A BA.2 seria particularmente problemática devido ao fato de que a pessoa infectado por ela nem sempre apresenta os sintomas comuns da COVID-19.

Assim, por mais anacrônico que possa parecer, ninguém deve se sentir pressionado a não ser a máscara facial, mesmo em ambientes abertos.  A verdade é que ao longo da pandemia da COVID-19 ocorreram incontáveis tentativas de assediar quem desejasse se proteger, e o resultado disso tudo está na tabela mostra logo acima. Desta forma, que se mantenha o uso das máscaras faciais e todas as outras medidas de higiene pessoal que diminuam a chance de contaminação por qualquer uma das variantes do SARS-COV-2 que continuam em circulação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s