Carlos Marighella: nos 44 anos de seu martírio, a prova de que idéias são à prova de bala

marighella

Há exatos 44 anos o aparelho repressivo da ditadura militar logrou abater uma das principais personalidades políticas brasileiros do Século XX, o líder revolucionário Carlos Marighella.  Após dedicar sua vida à libertação revolucionária dos trabalhadores, Marighella foi abatido em uma emboscada onde o número de tiros disparados pelos seus algozes expressava de forma cabal o medo que ele lhes inspirava.

Mas ao contrário do que o senso comum, a historiografia oficial e a mídia corporativa tentam pintar, Carlos Marighella não foi apenas um guerrilheiro. Na verdade, o tempo na guerrilha foi um ponto fora da curva de um militante político notável, tanto que foi deputado constituinte pelo PCB em 1946, quando ocupou um papel proeminente nos esforços de democratização da carta magna brasileira.

Marighella também foi um poeta profícuo, e mesmo durante o período mais intenso da repressão imposta pelos golpistas de 1964, ele não se absteve de escrever suas poesias e publicá-las, ainda que na clandestinidade.

Como aparece pela boca do personagem “V” de “V, de vingança”: “Idéias não são só carne e osso. Idéias são aprova de balas”. É por isso que nas manifestações recentes que varreram o Brasil a partir de junho, a face de Marighella apareceu de forma recorrente por todos os cantos deste país. É que apesar de toda as tentativas de mascarar a nossa realidade, a verdade está cada vez mais evidente, o que acaba gerando a necessidade de se recuperar a memória de pessoas que jamais traíram os seus ideais.  E, assim, mais do que nunca, Carlos Marighella está presente entre nós.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s