Para o ex-ambientalista Carlos Minc, a espuma que inferniza veranistas no Rio de Janeiros é “natural”

espuma-praia-leblon-1

As praias fluminenses vem, desde meados de Dezembro de 2013, sendo invadidas por uma espuma malcheirosa que torna o ar quase irrespirável. Agora, o (des) secretário estadual do Ambiente, o ex-ambientalista Carlos Minc, vem a público para proferir uma daquelas máximas que ficariam melhor se não fossem entoadas: a espuma que atormenta os veranistas é “natural” (Aqui!).

O que o ex-ambientalista Minc “esqueceu de dizer” é que o lançamento de esgotos e águas aquecidas de rejeito industrial são duas das prováveis causas prováveis para a magnitude que o evento está tomando. Este tipo de “esquecimento” é uma marca da ecologia de resultados que Minc abraçou faz alguns. O problema é que os resultados dessa ecologia pró-capitalista acaba dando no que dá: espuma malcheirosa.

Espuma_Praias_RJ_Banhistas_0290

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s