Whatsapp está se mostrando ser um cemitério de reputações

Resultado de imagem para whatsapp handle danger

Não faz muito tempo usar o aplicativo Whatsapp fazia a alegria de quem queria falar coisas cujos emissores não desejariam tornar públicas, mas que fluíssem de forma instantânea aos que deveriam os únicos interessados, Essa foi, digamos, a fase heroica do Whatsapp que efetivamente revolucionou as estratégias de comunicação.

Mas lentamente o Whatsapp parece estar se transformando também em um cemitério de reputações ilibadas, ao menos em Campos dos Goytacazes. A primeira vítima da indiscrição de membros de um grupo de Whatsapp foi o juiz Glaucenir Oliveira que teve suas opiniões sobre o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes repercutidas em cadeia nacional quase que de forma simultânea em que enviou uma mensagem de áudio com conteúdo, digamos, pouco airoso [1].

A nova vítima é o vereador Cláudio Andrade (PSDC) que teria enviado um áudio no estilo “manda quem pode, obedece quem tem juízo” aos seus colaboradores que ocupam cargos de DAS, RPA e de assessoria na Cãmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes [2],

Ainda que o áudio não especifique claramente a qual tipo de material que a voz atribuída ao vereador Cláudio Andrade demanda que seja postado nas páginas que seus assessores eventualmente possuam em redes sociais, o certo é que temos a publicização de uma postura pouco democrática e até ameaçadora de quem por vários anos criticou as posturas anti-democráticas que teriam sido praticadas pelo governo de Rosinha Garotinho, no que representa uma tremenda contradição entre discurso e prática. Um verdadeiro batom na cueca digital!

Se foi mesmo o vereador Cláudio Andrade o autor da mensagem nada “friendly” a ocupantes de cargos gratificados, ele agora terá o problema adicional de descobrir quem divulgou uma mensagem que deveria ser de circulação restrita. E na possibilidade de quem não encontrando o autor, ele tenha apenas duas opções a seguir: parar de enviar mensagens via Whatsapp ou demitir todos os que estavam na sua lista de recipientes do conteúdo divulgado.

Agora, que mais este vazamento sirva de lição de como se deve usar o Whatsapp: com cuidado, com muito cuidado, mesmo!


[1] http://www.folha1.com.br/_conteudo/2017/12/politica/1228684-udio-atribuido-a-juiz-glaucenir-vaza-com-criticas-a-gilmar–a-mala-foi-grande.html

[2] http://www.diariodaplanicie.com.br/em-audio-vereador-claudio-andrade-obriga-das-rpas-e-assessores-a-postarem-materias-no-facebook/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s