Dois mil casos depois, gestão Rafael Diniz reconhece que “habemus uma epidemia”

Resultado de imagem para three monkeys

Confesso que considero cansativo ficar apontando os erros e limitações da gestão do jovem prefeito Rafael Diniz (PPS), pois eles são tantos e tão bizarros que deveriam desmerecer publicidade. Mas a notícia abaixo, publicada pelo jornal “Folha da Manhã” torna obrigatório reconhecer que no melhor estilo de uma das leis de Murphy, o governo “da mudança” conseguiu piorar algo que já era muito ruim, qual seja, o combate à multiplicação dos casos de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti [1].

mosquitos

Em meio ao que parece ter sido uma tentativa de reconhecimento tardio de que a Prefeitura Municipal Campos dos Goytacazes não fez o trabalho mínimo necessário na área da prevenção de doenças, a diretora de Vigilância em Saúde, Andreya Moreira, declarou de forma quase singela que “estamos preocupados e montamos várias reuniões de comitê para começarmos as ações de combate.” O que não aparece na frase é o reconhecimento tardio do fato que a cidade de Campos dos Goytacazes vive hoje um grave surto de chikungunya 

Resultado de imagem para chikungunya campos dos goytacazes

Ora, bolas, esse reconhecimento explícito de que se comeu mosca (ou melhor, mosquito Aedes Aegypti) deveria vir acompanhado de, pelo menos, um pedido de desculpas públicas do chefe executivo que passou várias semanas em Brasília fazendo sabe-se lá o que, e esqueceu que o importante seria estar na cidade para arregaçar as mangas para tratar de questões inadiáveis como essa.

Outra declaração bisonha foi dada pelo  secretário municipal de Desenvolvimento Ambiental, Leonardo Barreto, que teria destacado o fato de “que as autoridades públicas realizaram planos para evitar a propagação das doenças causadas pelo mosquito”. Eu fico me perguntando porque não apareceu nenhum repórter no local para lembrar ao secretário que se existiram planos, os mesmos fracassaram redondamente.

Abaixo posto o vídeo que mostra as manifestações das autoridades municipais presentes na coletiva de imprensa. Ah, sim, recomendo muita paciência e lembro que o computador é amigo do leitor deste blog.

E finalmente, há que se reclamar com o jovem prefeito Rafael Diniz que ele esqueceu de informar durante sua vitoriosa campanha eleitoral que a mudança que ele prometia trazia na bagagem uma epidemia de “chikungunya”.  Aliás, que baita mudança, Rafael!


[1] http://www.folha1.com.br/_conteudo/2018/06/geral/1235843-com-quase-2-mil-casos-prefeitura-admite-epidemia-de-chikungunya-em-campos.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s