O incêndio do Museu Nacional pode ser apenas o primeiro

pec gastos

Por mais dramático que seja, o incêndio que dizimou o rico acervo que era guardado no Museu Nacional é apenas um tímido sinal do que pode acontecer no  Brasil se for mantido o congelamento imposto pela chamada PEC do teto de gastos.  É que outros incêndios estão na fornalha, e poderão tornar o do Museu Nacional apenas mais um entre tantos outros.

É preciso lembrar que a PEC do teto de gastos congelou o investimento público pelos próximos 20 anos não apenas na área da ciência e tecnologia, mas em tantos outras em que as corporações não investem, apenas lucram. A começar por saúde e educação, a limitação atingirá a espinhal dorsal dos serviços públicos, e tenderá a criar um fosso social muito maior do que o já existente. E olha que o Brasil já é uma das maiores concentrações de renda no mundo!

A maior mostra da seletividade da PEC em termos da sua distribuição de efeitos deletérios, basta ver a figura abaixo que compara as despesas do Museu Nacional com um único contrato lavrado pela Câmara de Deputados para que se entenda quais foram as prioridades que foram levadas em conta!

museu camara

E não esperem que membros do moribundo governo “de facto” de Michel Temer apareçam para reconhecer suas responsabilidades. É mais fácil algum dos ministros que ainda sobraram aparecerem para dar um show de cinismo e colocar a culpa em que está tendo que se virar para gerir órgãos públicos que recebem cada vez menos recursos em meio ao aumento da demanda pelos seus serviços.  Um exemplo dessa postura cínica foi dada ontem para dizer que o gerenciamento da verba do Museu Nacional cabe à UFRJ que possui autonomia para executar seus orçamentos [1]. Tudo estaria bem se a UFRJ não estivesse amargando com o encolhimento de seu orçamento, operando basicamente no vermelho há vários anos, em que pese ser uma das melhores universidades da América Latina.

 

Seguindo o raciocínio elaborado por Carlos Marun, todos os que morrerem por falta de hospitais públicos nos próximos anos só terão a sí mesmos para culpar, visto que ficaram doentes quando sabiam que não havia recursos para oferecer serviços adequados. 

Quero ainda lembrar que o governo ilegítimo de Michel Temer foi extremamente cuidadoso ao não incluir os gastos com juros bancários causados pela dívida pública na PEC do teto de gastos. Com isso, a atual proporção de mais de 50% do orçamento da União poderá não ser apenas mantido, como também poderá aumentar, em detrimento de serviços públicos essenciais que, estes sim, terão seus orçamentos congelados.

teto 1

 Por isso, é esperada a reação de setores da direita que, em vez de reconhecer o papel das políticas ultraneoliberais sobre a capacidade da UFRJ de funcionar corretamente, estão centrando seu fogo na reitoria da instituição em função da filiação partidária de seus membros.  É que o fogo que destruiu o Museu Nacional deixa nua a verdade sobre os efeitos que estas políticas estão já causando no Brasil. Quanto maior for a estridência desses setores, maior é o seu temor de que as chamas que consumiram 200 anos de história sirvam para tirar a população de sua postura expectante. 

O meu desejo é que os piores temores da direita sejam confirmados. Ou é isso, ou teremos outros incêndios no Brasil.


[1] https://oglobo.globo.com/rio/agora-que-aconteceu-tem-muita-viuva-chorando-diz-marun-sobre-incendio-no-museu-nacional-23035180

3 pensamentos sobre “O incêndio do Museu Nacional pode ser apenas o primeiro

  1. Nell Ribeiro disse:

    Sinceramente, eu não entendo tanta surpresa com o descaso dos governantes desse país, nas três esferas do poder, seja ele federal, estadual ou municipal, com o patrimônio nacional, um governo que deixa pessoas morrerem abandonadas em corredores e macas de hospital com certeza já ultrapassou e muito todos os limites do que é aceitável.

  2. Arnaldo disse:

    Nem são 200 anos de história. São milhares, cuidadosamente resgatados, estudados e cuidados por 200 anos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s