Sobre lobos em pele de cordeiros e o papel dos partidos de esquerda

lobos

Imagem que está circulando nas redes sociais mostra alguns apoiadores de Bolsonaro (PSL) vestindo uma camisa com a imagem do ex-presidente Lula (PT) decapitado. O fato ocorreu na cidade de Espertina, no Piauí quando um movimento de simpatizantes colocavam banners do deputado da idade média pela cidade. 

Antes de qualquer coisa me sinto obrigado a reafirmar que não sou ligado ao PT ou a qualquer outro partido político, mas reconheço o direito das pessoas terem suas opções partidárias. Outra coisa que não tenho é medo de expor minhas opiniões, visto que participei da resistência à ditadura de 1964 justamente para poder fazer isso.

Além disso, tenho usado o espaço deste blog com responsabilidade desde sua criação e fui poucas vezes alvo de pedidos de reparação judicial. E na maioria dos casos em que isso ocorreu, os que me acionaram não foram atendidos. Por isso, no caso do ataque ao deputado Jair Bolsonaro continuarei mostrando as sementes que ele mesmo lançou para ter o desenlace que teve em Juiz de Fora.

Um exemplo prático disso vai no vídeo abaixo que mostra o agora acamado candidato presidencial incitando a violência armada contra membros do PT durante um comício no estado do Acre que ocorreu apenas 4 dias antes do ataque que ele sofreu em Juiz de Fora.

Assim, deixemos de ser hipócritas e vamos ao que interessa. Se quiserem que não haja mais violência política nesta campanha, que peçam ao Jair Bolsonaro que pare de incitar seus apoiadores a utilizarem violência como método de ação política. Melhor ainda se adotarem os preceitos do profeta Gentileza e abracem o lema “gentileza gera gentileza”.  

bolso

No mais, dos partidos dito de esquerda, o que eu espero é que façam um grande esforço para politizar o que resta desta campanha, de forma a mostrar a face verdadeira da candidatura de Jair Bolsonaro cuja natureza ultraneoliberal implica na entrega do patrimônio nacional, inclusive a Amazônia, às corporações estrangeiras. E de quebra a imposição de uma regressão nos direitos dos trabalhistas que nos deixará à beira de revogação da Lei Áurea. Qualquer coisa a menos do que a denúncia desta plataforma anti-trabalhador será um desserviço por parte dos que dizem se opor a Jair Bolsonaro e seus apoiadores.

Um pensamento sobre “Sobre lobos em pele de cordeiros e o papel dos partidos de esquerda

  1. Jurema disse:

    Em um atentado terrorista ainda envolto em circunstâncias muito “estranhas”, para falar apenas o mínimo, o candidato neofascista Bolsonaro foi alvo de uma “facada”, aparentemente desferida por uma pessoa com “distúrbios” mentais. Não há nada conclusivo neste atentado, sequer podemos afirmar que assumiu a gravidade letal com que a mídia corporativa tratou o fato. Sabemos historicamente que os “barões murdochianos” são capazes de produzir qualquer “fake news”, e esta constatação não faz parte de qualquer adesão as “teorias da conspiração”, utilizada sempre para desqualificar as denúncias feitas pela esquerda revolucionária. Pela grande dimensão política do atentado, só podemos garantir uma questão, se foi “fabricado” artificialmente partiu de uma iniciativa do regime burguês em seu conjunto (polícia, justiça e forças armadas), e com o apoio “logístico” da Rede Globo, não podemos desconsiderar que Bolsonaro reuniu-se com a famiglia Marinho uma semana antes da suposta agressão a sua integridade física.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s