Luzia versus Heineken. Patrimônio arqueológico marcado para desaparecer para construção de fábrica da cervejaria holandesa

Quando se diz que a atual marcha do capitalismo é marcada pela destruição de tudo o que se vê pela frente, muitas pessoas não conseguem visualizar essa “démarche” capitalista.  Mas há horas em que determinadas ações ajudam a clarificar o que se quer dizer quando se diz que capitalismo é lucro acima de tudo, em que pese a destruição que essa busca possa causar.

Um exemplo disso é a opção de cervejaria holandesa Heineken de obter na justiça o direito de construir uma de suas fábricas nas imediações da região no município de Pedro Leopoldo (MG), onde foi encontrado os restos mortais de Luzia, considerado o fóssil humano mais antigo das Américas. Isso mesmo, em troca de produzir cerveja, a Heineken planeja, com autorização da justiça de Minas Gerais, passar os tratores por cima de um dos mais importantes sítios arqueológicos da América Latina (ver imagem abaixo)

csm_cavernaminas_c13c1e956d

Para piorar, em documento oficial, o ICMBio afirma que “em nenhum momento o empreendedor avalia a compatibilidade do empreendimento com o Decreto de Criação e o seu Plano de Manejo“. Além disso, o documento do ICMBio pontua que “há risco geológico no local, avalia o instituto, o que impossibilitaria instalar a fábrica no local sem fazer mais estudos, sendo que os dois poços que o projeto prevê vão bombear 150m³ de água por hora, o que causaria grande impacto nos lençóis freáticos e nas três cavernas da região.

Como da justiça brasileira aparentemente nada pode se esperar, o jeito é aguardar que a notícia desse projeto de aniquilação da memória arqueológica brasileira chegue aos ouvidos dos acionistas da Heineken e do público holandês.  Sugiro até o lema para a campanha nos Países Baixos:Luzia ja, Heineken nee”

Um comentário sobre “Luzia versus Heineken. Patrimônio arqueológico marcado para desaparecer para construção de fábrica da cervejaria holandesa

  1. Pingback: A morada Luzia versus a fábrica Heineken: UOL publica matéria sobre o conflito contrapondo cervejeira holandesa ao patrimônio arqueológico brasileiro |

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s