Morte por congelamento de Réne Robert nas ruas de Paris mostra os limites da indiferença na sociedade neoliberal

Rene-Robert

René Robert estava morando em Paris, onde morreu aos 85 anos. Foto: Reprodução

Após sair para dar um passeio pela sua vizinhança em uma seção movimentada de Paris, o renomado fotógrafo suíço Réne Robert sofreu uma tontura e caiu no pavimento, sendo ali deixado por longas nove horas até que morresse por congelamento.  Esse fato agora choca a consciência coletiva dos franceses, pois Robert foi um dos maiores retratadores do flamenco que ajudou a imortalizar com suas imagens.

Uma explicação para esse caso é que a região em que Robert caiu e foi deixado para morrer por congelamento é comum ver pessoas sem teto pedindo dinheiro ou comida. Aliás, foi um sem teto que finalmente chamou o socorro para a pessoa idosa que depois se descobriu ser Réne Robert, morto pela indiferença coletiva aos 85 anos, mostrando que há mais solidariedade entre os desvalidos do capitalismo do que dentre aqueles que continuam sendo privilegiados pelo sistema.

A questão aqui é que chegamos a um ponto de indiferença e despreocupação com as multidões que foram jogadas ao relento pelas políticas de destruição do Estado do bem estar social, e a França, considerada o berço da mensagem de igualdade e fraternidade que teoricamente foi lançada pela burguesia, não ficou de fora deste processo de alijamento dos pobres das benesses que o sistema gera. Mas foi preciso que houvesse a morte de um fotógrafo famoso para que isto ficasse óbvio para os franceses.

Como vivo em uma cidade em que a população de rua explodiu nos últimos anos, parte graças à crise econômica nacional e parte por causa da destruição das políticas sociais municipais que davam um mínimo de segurança aos pobres, fico imaginando quantos ainda morreram sob nossos olhos indiferentes até que possamos sentir um mínimo de choque com as cenas explícitas de degradação humana que as políticas ultraneoliberais criaram no Brasil e em Campos dos Goytacazes.

Um comentário sobre “Morte por congelamento de Réne Robert nas ruas de Paris mostra os limites da indiferença na sociedade neoliberal

  1. Pingback: Morte por congelamento de Réne Robert nas ruas de Paris mostra os limites da indiferença na sociedade neoliberal – Mágica Mistura✨

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s