Cães ferais ameaçam a fauna silvestre no Parque Estadual da Serra do Brigadeiro

Estive no último sábado (11/04) visitando a sede da ONG Iracambi (Aqui!) que faz um trabalho muito interessante em torno da recuperação da cobertura vegetal  em Rosário da Limeira (MG), município que fica localizado entre Muriaé e Ervália. Naquela área também está localizado o Parque Estadual da Serra do Brigadeiro (PESG) numa ma área de quase 15.000 hectares, e que foi criado justamente para contribuir na preservação da Mata Atlântica.

Ao conversar com o pessoal que realiza os trabalhos na ONG Iracambi me foi chamada a atenção para o grave problema representado pelos chamados “cães ferais” que estão causando uma série de danos na fauna silvestre dentro das áreas em recuperação, dentro e fora dos limites do PESG.  Os chamados “cães ferais” são descendentes de cães domésticos (Canis lupus familiaris L., Canidae) que retornam ao estado selvagem após serem abandonados por famílias que deixam as áreas rurais para viver em cidades.

A presença dos cães ferais é uma situação grave que afeta muitas unidades de conservação existentes no Brasil, pois causam o declínio das populações de diversos animais nativos, incluindo a redução das populações de presas para os carnívoros silvestres. Os cães ferais também podem  ser uma via importante de entrada de muitas doenças contagiosas para os animais silvestres.

M2E1L0-7R350B300Cão feral detectado por uma armadilha fotográfica dentro de uma área protegida pela ONG Iracambi, mostrado no circulo vermelho no lado direito inferior da imagem.

No caso específico das áreas protegidas pela ONG Iracambi e do PESG, a ausência de qualquer esforço para controlar as matilhas de cães ferais poderá colocar em risco uma série de espécies que vinham lentamente se recuperando. Diante dessa situação, é fundamental que o IBAMA  e o Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais tomem providências urgentes para impedir que o problema representado pelos cães ferais se alastre e comprometa anos de esforço em prol da preservação ambiental.

2 pensamentos sobre “Cães ferais ameaçam a fauna silvestre no Parque Estadual da Serra do Brigadeiro

  1. ricardo santos disse:

    ola eu acho que devia fazer a capitura,dess animais e faz a castracao dos mesmo.ass iria deminuir a populacao do mesmo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s