Carta de Rondônia: denúncias sobre a grave situação vivida pelos camponeses e suas lideranças

manifestacao_9abril_jaru3

Recebi hoje e posto abaixo uma correspondência vinda da Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia onde são narrados vários fatos graves que vêm afetando seus membros, incluindo o extermínio físico de dirigentes.  A mensagem veio acompanhada de uma série de documentos políticos que estão disponíveis no link que foi fornecido no corpo do texto.

Como estive nos campos de Rondônia realizando pesquisas científicas de forma continuada entre 1991 e 2005, sei que por lá os conflitos são reais e perigosos. Por isso, não tenho porque duvidar da narrativa que me foi enviada. Essa situação, lamentavelmente, tem sido negligenciada pela grande mídia corporativa e pelo Estado brasileiro.

E uma coisa é certa: o espaço deste blog foi criado exatamente para dar espaço para assuntos que são corriqueiramente empurrados para fora da cobertura da mídia corporativa.

Carta de Rondônia

lcp ro

Caro Professor Marcos Pedlowski,

Encaminhamos a Carta Aberta escrita pelo Companheiro José Pereira Gonçalves, integrante da , com denúncias sobre a grave situação vivida pelos  camponeses e suas lideranças e sobre a brava luta pela terra para quem nela vive e trabalha.

Ameaças, perseguições e covardes execuções, perpetradas por bandos de pistoleiros e policiais a serviço do latifúndio, são parte do dia a dia da luta pela terra em Rondônia. Porém, os camponeses não se abatem com o terror imposto pelos latifundiários, seu Estado e gerentes de turno, e seguem lutando e levantando bem alto a bandeira da destruição desse injusto, caduco e secular podre sistema latifundiário. Mais informações sobre estas importantes lutas das Ligas de Camponeses Pobres podem ser acessadas através da página Resistência Camponesa: http://resistenciacamponesa.com/

Encaminhamos, em anexo, nota da Comissão Nacional das Ligas de Camponeses Pobres condenando o massacre de camponeses no Paraná, e uma nota da Frente Revolucionária de Defesa dos Direitos do Povo sobre o dia 9 de abril, celebrado como uma data em homenagem aos heróis e heroínas do povo brasileiro, quando completaram-se quatro anos da infame emboscada, tortura e assassinato do companheiro Renato Nathan, perpetrado em Jacinópolis, Rondônia, pela ação combinada de forças policiais do velho Estado genocida e pistoleiros do latifúndio.

Renato Nathan e todos heróis e heroínas do povo brasileiro, Presentes nas lutas!!!

Conclamamos a todas entidades sindicais, pessoas e entidades progressistas e democráticas, a integrarem-se ativamente nas campanhas de apoio a luta pela terra e de defesa do movimento camponês combativo.

Agradecemos o apoio militante nesta fundamental luta e a ampla divulgação deste material. Para a verdadeira democracia e justiça para os pobres do campo e da cidade se efetivar no Brasil é imprescindível a defesa e avanço da luta camponesa e a destruição do opressor, criminoso e apodrecido sistema latifundiário.

Viva a aliança operário-camponesa!

Saudações classistas,

LCP

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s