A dupla face do (des) governo do RJ: campeão das isenções dá calote em bancos e não paga empréstimos tomados por servidores

Cada dia traz uma novidade (ruim) na forma em que o (des) governo comandado por Pezão e Francisco Dornelles trata as coisas no Rio de Janeiro. De um lado continua-se com a verdadeira orgia de isenções fiscais que favorece todo tipo de empresa, inclusive a gigante Coca Cola. De outro, como mostra a reprodução de uma matéria do jornal O ESTADO DE SÃO PAULO que segue abaixo, reconhece-se uma dívida de R$ 500 milhões com diversas instituições bancárias (Aqui!).

consignado

Mas o de deixar qualquer pasmo é a origem desta dívida do estado com os bancos: atraso no repasse de valores descontados dos salários dos servidores públicos estaduais a título de pagamento de empréstimos consignados.

Em outras palavras, o (des) governo do Rio de Janeiro está deixando de entregar aos bancos um dinheiro que nem é seu! E, pior, com essa prática para lá de questionável, quem pode acabar tendo tipo de problemas com os bancos são os servidores que tiveram seus salários descontados.

Aí eu pergunto: não é muito descalabro junto?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s