O lixo nossa de cada dia

lixo

Há alguns dias conversei com um comerciante que me disse estar cansado de recolher lixo acumulado na porta do seu estabelecimento em função da diminuição do número de varredores de rua ligados à empresa Vital Engenharia.  Reconheço que naquele momento encarei a reclamação como um das muitas que as pessoas fazem apenas para exercitar a arte de reclamar.

Mas ao ler a matéria/press release publicada pelo jornal Folha da Manhã cujo título era um simplório “Contrato cai mais R$ 2 milhões”, comecei a entender que a reclamação daquele comerciante tinha mais base do que conferi ao ouví-lo [1].

A questão que aparece nessa “redução” no preço do contrato com a Vital Engenharia é simples: qual foi o mecanismo adotado para obtê-la? É que se foi apenas diminuindo o volume de serviços prestados com a demissão de trabalhadores, essa economia é ilusória, na medida em que teremos uma piora inevitável dos mesmos.

Outro aspecto que é pouco comentado quando se fala de limpeza e recolhimento de lixo se relaciona ao fato de que as partes mais ricas da cidade de Campos dos Goytacazes são melhor servidas por este tipo de serviço, deixando as áreas mais pobres em condições piores, com o inevitável acúmulo de lixo em ruas e residências.  Por isso, seria importante que fosse informado qual foi o volume da redução no nível dos serviços prestados pela Vital Engenharia e qual foi o padrão espacial da mesma. Em outras palavras, se os trabalhos de limpeza diminuíram, essa diminuição foi homogênea ou não? 

O aspecto crucial, e que me parece importante de apontar, é que o acúmulo de lixo e piora nos serviços de varrição tem o potencial de aumentar problemas em várias áreas.  Creio que não preciso lembrar que o eventual aumento de lixo não recolhido trará o aumento de vários tipos de doenças, sobrecarregando a já exausta estrutural municipal de saúde.

Desta forma, essa questão deveria ser melhor explicada, já que aos olhos mais treinados, essa economia está parecendo aquela que se convenciona chamar de “porca”. A ver!


[1] http://www.folha1.com.br/_conteudo/2017/10/politica/1226436-contrato-cai-mais-r-2-milhoes.html

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s