Chikungunya continua fazendo vítimas em meio à inoperância da PMCG

posse

Na imagem acima, em sua posse Rafael Diniz prometeu fazer a mudança entre aplausos e apertos de mão  Quase 2 anos depois, o mosquito transmissor do Chikungunya inferniza a cidade.

Enquanto os agentes comunitários de saúde são obrigados a entrar em greve para demandar itens básicos como Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) [1],  a cidade de Campos dos Goytacazes sofre com a propagação do virus Chikungunya. Apenas em família de conhecidos, 3 dos 4 dos membros contraiu o vírus, apesar da residência não encontrar, digamos, em uma das muitas áreas focos que existem na região urbana principal do município.

Se nas áreas melhor estruturadas já existem pessoas doentes por causa do Chikungunya, imaginem o que pode estar acontecendo em pontos onde as condições para a reprodução acelerada do mosquito transmissor é maior! 

Preocupado com a situação em seu bairro, um leitor do blog enviou o vídeo abaixo de um canal próximo existente a uma filial do Supermercado Super Bom na Avenida Tarcísio Miranda, no Turf Club. Segundo este leitor, afora a condição do canal, há meses que a região não recebe a visita do carro fumacê.

 

Diante destas imagens, não há como deixar de lembrar que o atual governo está rapidamente chegando na metade de sua duração, e nada poderia ser maior do que a distância entre as promessas de campanha e o que está sendo efetivamente aos milhares de leitores que acreditaram que este seria o “governo da mudança”.

Lamentavelmente há que se constatar que sob a égide do jovem prefeito Rafael Diniz, o máximo que se pode esperar em relação às gestões passadas a coisa não tenha piorado. E o pior é que piorou, principalmente no que tange à mera aplicação de medidas paliativas com a limpeza de canais e uso do carro fumacê.  E aí é que fica difícil, pois se nem no básico as coisas evoluíram, imaginemos naqueles elementos estratégicos que deveriam pontuar a aplicação de formas de gestão que sejam, ao mesmo tempo, mais modernas e democráticas.

Enquanto isso, a população fica largada à mercê da própria sorte e aos efeitos trazidos pela inoperância de Rafael Diniz e seus menudos neoliberais.  E lembrando ainda que Campos dos Goytacazes possui um dos maiores orçamentos municipais da América Latina! Em outras palavras, e parafraseando o vereador Rafael Diniz, continuamos vivendo em um município onde o principal problema não é a falta de dinheiro, mas de capacidade de gerir para a maioria da população.


[1] http://www.folha1.com.br/_conteudo/2018/08/geral/1237653-agentes-comunitarios-de-saude-de-campos-em-greve.html

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s