Capa da “Isto é” sinaliza que lua de mel com Bolsonaro pode ter chegado ao fim

Capa de ISTOÉ sobre Bolsonaro viraliza nas redes sociais - ISTOÉ  Independente

A capa da revista semanal “Isto é” (que para certos analistas deveria se chamar “Quanto é”) é um sinal inequívoco de que a lua de mel das classes dominantes com o Jair Bolsonaro pode ter chegado ao fim, tamanha a virulência empregada contra o presidente da república (ver imagem abaixo).

wp-1605287862848.jpg

A capa da semana da edição de IstoÉ está repercutindo forte nas redes sociais e virou um dos assuntos mais comentados no Twitter na manhã desta sexta-feira (13/11). A edição traz uma imagem do presidente Jair Bolsonaro, caracterizado de Coringa, personagem famoso do cinema e dos quadrinhos. Além disso, a capa traz os dizeres: “Inconsequente, irresponsável, insano”, e também “fanfarrão”.

O fato é que a capa da “Isto é” é uma daquelas chamadas bombas semióticas que reúnem imagem e palavra para realizar um ataque contundente contra um presidente exercício; ataque esse que as publicações mais normalmente críticas a Bolsonaro não tinham ainda ousado realizar. Considero que essa capa capa é fundamentalmente um sinal de rompimento com um presidente que já se sabia no momento da eleição que não teria o necessário controle emocional para realizar o papel de chefe do executivo federal.

As razões para um eventual rompimento de pelo alguns segmentos das classes dominantes com Bolsonaro podem ser muitas. Mas o principal elemento parece ser o rompante que o presidente da república teve recentemente em relação ao presidente eleito dos EUA, Joe Biden, que vem indicando que irá exigir (isso mesmo, a palavra é exigir porque manda quem pode, obedece quem tem juízo) que o governo Bolsonaro mude sua atuação em relação à proteção ambiental dos biomas da Amazônia e do Pantanal.

O rompante de Bolsonaro de indicar que partiria para a via militar contra Biden constrangeu principalmente membros das forças armadas e, por isso, se mostrou como algo que ameaça interesses maiores do que ele pode controlar, a começar pela postura canina das elites brasileiras de seguir exatamente o que a cena política estadunidense determina. E a eleição de Joe Biden indica que haverá uma mudança significativa na forma de tocar a política externa dos EUA, incluindo a volta para o Acordo de Paris e para a Organização Mundial da Saúde.

Por isso tudo, os resultados do primeiro turno das eleições municipais que ocorrem neste domingo poderá significar um agravamento desse estado de abandono, caso as candidaturas apoiadas naufraguem como parecem que irão naufragar.

2 pensamentos sobre “Capa da “Isto é” sinaliza que lua de mel com Bolsonaro pode ter chegado ao fim

  1. Glauco Ventura disse:

    isso é um crime contra a maior autoridade do país !! seja ele Jair Bolsonaro, Lula, Dilma ou qualquer que seja !! essa revista tem que ter uma punição severa pro desrespeitar o presidente da republica!!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s