Quem ainda se surpreende com a existência de pessoas de extrema-direita nunca estudou a história brasileira

extrema direita

Uma das consequências mais comuns do pós atos pró-governo Bolsonaro é o uso das redes sociais e grupos de Whatsapp para as pessoas demonstrarem sua indignação e estupefação (sentimento mais frequente) em relação À existência de um segmento pequeno, mas não desprezível, da população brasileira que abraça o ideário de extrema-direita do presidente da república e sua entourage familiar.

Aos que sejam possuídos pelo sentimento de estupefação, sugiro respeitosamente que comecem a ler livros sobre a formação histórica do Brasil, a partir dos olhares de Caio Prado Junior, Nelson Werneck Sodré e Florestan Fernandes. É que se não entendermos minimamente como se deu a evolução da formação política do Brasil, continuaremos sendo surpreendidos sem nenhuma razão pelos atos bolsonaristas.

O fato inescapável é que a história brasileira é assentada sobre o uso da violência extrema por uma minoria privilegiada contra a maioria, inicialmente os povos originários e depois os africanos escravizados. Além disso,  ao longo de 521 anos de história, nunca houve uma ruptura com os alicerces da sociedade escravocrata que deu origem ao Brasil independente.

Por fim, eu insisto que não há motivo para surpresa, mas seguiremos sendo surpresos se ignorarmos os elementos estruturais que explicam a existência dessa minoria que se caracteriza pelo desprezo completo pela construção de uma sociedade menos desigual e menos injusta. E, me perdoem os que veem nele uma espécie de candidato a “Führer” brasileiro, mas Jair Bolsonaro é apenas a face da hora dos membros de uma extrema-direita que possui completa ojeriza à maioria do povo brasileiro.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s