No Rio, é Marcelo Freixo e Luciana Boiteux!

freixo-luciana

Há horas que eu lamento ter transferido meu domicílio eleitoral que por muitos anos me colocava para votar na Ilha do Fundão, na UFRJ. Era um daqueles exercícios de paciência, pois viajava quase cinco horas para passar poucos minutos numa seção praticamente vazia onde rapidamente votava.

Pois bem, este ano será um em que particularmente lamentarei a opção de transferir meu domicílio eleitoral para Campos dos Goytacazes. É que além de não haver aqui uma candidatura verdadeiramente de oposição já que a esquerda se desmanchou desde o último pleito, não poderei votar em Marcelo Freixo  e na professora Luciana Boiteaux para prefeito e vice-prefeita da cidade do Rio de Janeiro.

Ainda que eu tenha minhas críticas ao PSOL e ao próprio Marcelo Freixo em algumas de suas ações, inegavelmente essa candidatura é o que há de mais avançado e empolgante na maioria das capitais brasileiras. Não é à toa que setores amplos da juventude e dos trabalhadores está dando gás a uma campanha que morreria de inanição se fosse depender dos minguados 11 segundos concedidos por uma regra eleitoral estapafúrdia.

Como conheço o Marcelo desde antes dele sequer pensar em se candidatar, vejo que a vida no parlamento não mudou seus principais compromissos políticos, e que ele se manteve íntegro frente às inevitáveis tentações de aderir aos mecanismos não republicanos que abundam na política brasileira. Além disso, se não fosse pela coragem dele e da pequena bancada do PSOL na Alerj, nós estaríamos literalmente entregues à sanha privatista e anti-povo do (des) governo comandado pelo PMDB.

Também considero que a aliança com o PCB aponta uma forma de resgate das alianças programáticas que deveriam marcar a ação da esquerda em qualquer eleição. Lamentavelmente esse tipo de aliança foi prontamente descartada pelo neoPT e pelo PC do B em nome de “alianças viáveis” com partidos de direita.  Assim, considero que essa aliança PSOL-PCB é fundamental para que haja o início de um processo de reorganização da esquerda no Rio de Janeiro, processo esse que será fundamental para os duros combates que se avizinham no horizonte.

Esses elementos é que me fazem chamar o voto na chapa Marcelo Freixo e Luciana Boiteux.  Afinal, a saída que precisamos é pela esquerda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s