Quem tem medo da delação de Eike Batista?

eike cabral

A “revista” Veja vem desde ontem antecipando quem serão os delatados pelo ex-bilionário e hoje presidiário Eike Batista. Entre os nomes apontados estão do ex (des) governador e parceiro de presídio Sérgio Cabral e o ex-presidente Lula (Aqui! Aqui!).

Pois bem, ao meu ver qualquer delação de Eike Batista só terá valor se vier acompanhada de provas inequívocas do que ele está delatando. É que Eike Batista nem deveria estar tendo a possibilidade de delatar, já que suas práticas, digamos empresariais, mostram que ele é um excelente vendedor de fumaça e só isso.

Esperemos que na produção desta delação, o inevitável Powerpoint que Eike Batista montará (afinal ele é bom mesmo de montar slides de Powerpoint!) seja de melhor qualidade dos que os montados pelo relator da Lava Jato, Deltan Dallagnol.

Outra coisa que me intriga é a seguinte: por que ainda se perde tempo em coletar delações contra Sérgio Cabral? O que há de novo que Eike Batista pode acrescentar que os trocentos delatores anteriores ainda não apresentaram?

Por fim, há sim políticos de um determinado município da região Norte Fluminense que devem estar para lá de preocupados com o que Eike Batista poderá delatar acerca das tratativas feitas em escala local para acelerar um certo porto que causou, entre outras coisas, a remoção de centenas de famílias de agricultores de terras que ocupavam há pelo menos dois séculos. E com direito a comenda de barão e tudo mais. Haja rivotril!

4 pensamentos sobre “Quem tem medo da delação de Eike Batista?

  1. sandra disse:

    medo! Isso não os atinge…

  2. Thalita Silva disse:

    N fale NADA sobre os que procuradores, ada Lava Jato; Quem N é a favor dos procuradores é a favor dos corruptos!

    • Thalita, eu não sou a favor da corrupção ou dos corruptos (independente da filiação partidária que possam ter), e posso falar o que eu bem entender da Lava Jato e dos seus procuradores. Sabe por que? O Brasil ainda é, pelo menos formalmente, uma democracia. E, convenhamos, quanto do nível de corrupção pré-existente a essa operação já foi efetivamente encerrada no Brasil? Se tomarmos como exemplos operações anteriores, como a Castelo de Areia e a do Banestado, muito pouco ou quase nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s