PF prende outro (des) secretário de Sérgio Cabral. Afinal, de quem é a culpa da crise?

O jornal “O GLOBO” está noticiando a prisão do ex (des) secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Cortês, em função de sua aludida participação num cartel de distribuidoras e fornecedoras de serviços que teria fraudado as licitações da secretaria de Saúde durante a gestão de Côrtes (2007-2013) no governo Sérgio Cabral e no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) (Aqui!Aqui! e Aqui!).

Sérgio Cortês sempre foi uma figurinha carimbada no (des) governo Cabral, pois além de ser amigo de baladas, como a famosa festa dos guardanapos em Paris, sempre existiram evidências de que sua gestão na Secretaria Estadual de Saúde não era, digamos, santa.

O interessante é notar que com a prisão de Cortês poucos (des) secretários com alguma importância no reinado do período de comando de Sérgio Cabral continuam soltos pelas ruas, incluindo o notório caso do ex (des) secretário da Casa Civil, Régis Fitchner. 

Entretanto, a despeito de todas as evidências de que uma cleptocracia foi instalada no Palácio Guanabara a partir de 2007, ainda vemos o próprio jornal O GLOBO liderando uma campanha de desinformação acerca das raízes da crise financeira que assola o Rio de Janeiro, pois a culpa ainda continua sendo colocada sobre os salários e aposentadorias dos servidores estaduais.

É preciso que os sindicatos que representam os servidores aproveitem as prisões da manhã de hoje para iniciar uma campanha para deixar ainda mais claro quem colocou o Rio de Janeiro na condição lamentável em que se encontra. Afinal, não vai ser apenas com a prisão desses figurões que a coisa vai se resolver.

3 pensamentos sobre “PF prende outro (des) secretário de Sérgio Cabral. Afinal, de quem é a culpa da crise?

  1. Marco Antônio disse:

    Por falar em Globo… cansei de ver publicado no D.O. do Estado as transferências de recursos de outras Secretarias para a Comunicação Social, que com certeza eram repassadas para a Globo em forma de propagandas. Professor Marcos faltou o senhor citar o episódio, na minha opinião, mais ridículo deste sujeito (o Cortes) quando do incêndio de sua cobertura onde o XXXXX quando estava sendo levado em ambulância do Bombeiro para ser atendido em hospital público (como manda a Lei), deu ordens para ser levado para o Copa Dor. O episódio foi ridículo pelo atestado que o próprio XXXX passou da péssima gestão a frente da Saúde Estadual, onde o próprio Secretário de Saúde se recusou a ser atendido por seu próprio serviço. Ridículo.

  2. Marco Antônio disse:

    Eu compreendo e agradeço a preocupação. Mas não retiro o XXXXX usado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s