Os números do retrocesso do governo Temer: menos para quem já tem menos

Ainda que números não resolvam toda discussão, a figura abaixo produzida pelo jornal “Brasil de Fato” é bastante reveladora do tipo de prioridade (ou da falta dela) que rege o “governo de facto” de Michel Temer e do dublê de banqueiro e ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

cortes temer

Os cortes que serão feitos em 2018 em áreas essenciais como aquisição de alimentos, construção de cisternas, demarcação e fiscalização de áreas índigenas, apoio ao desenvolvimento de comunidades quilombolas, povos indígenas e comunidades tradicionais são reveladores, tanto quanto o congelamento objetivo da política federal de reforma agrária.

Agora, me digam, esse governo vai cortar nessa proporção o pagamento de juros aos grandes bancos?

3 pensamentos sobre “Os números do retrocesso do governo Temer: menos para quem já tem menos

  1. Elisa disse:

    Nenhum governo se preocupa em cortar os juros bancários dos grandes bancos…nem a esquerda populista e muito corrupta..nem a direita corrupta..nem o centrao…Todos iguais..so se preocupam com os próprios provilegios..mordomias…cartões corporativos…viagens…!!!

    • Elisa, convenhamos que nos anos em que o PT governou os investimentos nessas áreas foram consideráveis. Talvez por isso mesmo é que Dilma Rousseff foi derrubada. É que agora sabemos que não foi por causa da corrupção que tantos marcharam contra.

  2. Marco Antônio disse:

    Professor Marcos a Dilma caiu porque não foi capaz de promover as mudanças (as mesmas que o Temer está fazendo) com a rapidez que o sistema rentista desejava. Em minha opinião Dilma não tinha como fazer estas mudanças de modo abrupto ou com maior rapidez em razão de manter a sua máscara, e a do PT, de que governavam para o bem do povo. Como o senhor frisou, é inegável o investimento na área social feito por Lula, como é inegável também a pequenez deste investimento (em relação a riqueza gerada no Brasil). Dilma destruiu o pouco que o Lula fez, mesmo sendo ela de esquerda também (eu prefiro chamar de liberal de esquerda). Em relação as marchas, eu não entendo por que agora não há manifestações pelo Brasil tendo em vista que a situação com Temer está pior do que com Dilma. Também acredito que as tais marchas de protesto não tinha como alvo a corrupção…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s