(Des) governo Pezão: o silêncio dos incompetentes

Resultado de imagem para silencio dos incompetentes pezão

O chamado “Regime de Recuperação Fiscal”  (RRF) foi alardeado como sendo a solução para os graves problemas criados pelo (des) governo Pezão na governabilidade do Rio de Janeiro. Agora passado mais de um mes desde a sua assinatura, a situação das finanças estaduais parece inalterada, o que vem prolongando o caos criado na vida da população e da maioria dos servidores públicos estaduais.

Em face da falta de qualquer sinal de recuperação de um mínimo de normalidade no estado do Rio de Janeiro, o que fazem o (des) governador e sua plêaide de (des) secretários mal enjambrados? Fecham-se em completo silêncio para não ter que dar sequer uma dica de como pretendem recolocar o Rio de Janeiro em funcionamento.

Lembremos que a única sinalização que foi dada até agora pelos mandarins do Palácio Guanabara foi a entrega das ações da CEDAE como garantia de um empréstimo de R$ 2,9 bilhões que já é insuficiente para cobrir todas as dívidas existentes com o funcionalismo estadual, quiçá para promover qualquer tipo de normalização no funcionamento do aparelho de governo fluminense.

Entretanto, ao (des) governador Pezão é permitido que permaneça em silêncio enquanto ataca de morte instituições nevrálgicas para a saída da crise colossal em que o PMDB colocou o Rio de Janeiro. Essa ajuda vem principalmente da mídia corporativa, mas conta com ainda com o apoio dissimulado de parte dos sindicatos que dizem representar o funcionalismo estadual. 

É com essa ação de quinta coluna de boa parte da mídia corporativa e dos sindicatos que o (des) governador Pezão vai se equilibrando em menos de 3% de aprovação, enquanto aprofunda os ataques ao serviço público.  A verdade é que se houvesse um mínimo de interesse parte dessas forças de tirar Luiz Fernando Pezão do Palácio Guanabara, ele já estaria de volta em Barra do Piraí vendo o por-do-sol enquanto pensava nos seus dias de (in) glória em algum spa de luxo.

Por essas e outras é que não vejo muita saída para os que estão prejudicados pelo silêncio nada obsequioso do (des) governo Pezão a não ser procurar o caminho da mobilização nas ruas. Se isso não acontecer, é bem provável que ele chegue até ao final de seu (des) governo aproveitando das benesses que ainda são desfrutadas dentro do Palácio Guanabara.  A questão que se apresenta é a seguinte: isso será permitido?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s