A falácia do desenvolvimento econômico de São João da Barra

porto açu-2

Por Alcimar das Chagas Ribeiro*

A Prumo Logística Global divulgou um balanço atualizado sobre a movimentação no Porto do Açu esse ano. De janeiro a agosto foram movimentadas 600 mil toneladas em seus terminais, número maior do que toda a movimentação em 2017. Foram recebidas 55 embarcações e foram expedidas 38 mil carretas. Resultados fantásticos não absorvidos pelo município de São João da Barra, sede do mesmo porto.

Vejam que no período de janeiro a julho desse mesmo ano, o comércio local gerou somente 3 empregos, enquanto o setor agropecuário gerou 2 empregos. Ainda com toda movimentação nos anos anteriores, a arrecadação de ISS em 2017 equivalente a R$43,1 milhões é exatamente a mesma de 2016 contabilizada em R$43,1 milhões.

É bom lembrar que a receita de ISS em 2015 atingiu R$61,3 milhões. Ou seja, nos últimos dois anos temos uma forte queda de 29,7% em relação a 2005.

SÃO MUITAS CONTRADIÇÕES!

*Alcimar das Chagas Ribeiro é professor do Laboratório de Engenharia de Produção (Leprod) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf)

Texto originalmente publicado [Aqui!]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s