Pesquisa de mestrado da UENF vira cartilha de boas práticas para o manejo de recursos hídricos

img-20161020-wa0006

Atualmente vê-se muita crítica acerca de uma suposta incapacidade das universidades públicas de gerarem conhecimento que seja útil à sociedade em geral e, mais especificamente, para aqueles que mais precisam de formas adequadas de gestão de recursos ambientais estratégicos como é o caso da água.

É preciso que se reconheça que parte dessas críticas é bastante razoável, já que a forma pela qual as universidades são obrigadas a funcionar para garantir a sua sobrevivência acaba sendo um impeditivo para que haja a necessária transposição entre o conhecimento básico e aplicado que a comunidade científica produz e a sociedade que precisa estabelecer novas formas de uso e gestão de recursos cada vez mais demandados.

Por isso, quando determinadas iniciativas são realizadas a importância que elas assumem vão muito além dos seus idealizadores e até do público alvo inicial das mesmas.  É por isso que tenho uma a imensa satisfação de disseminar a cartilha de boas práticas ambientais que foi produzida com base no esforço do meu ex-orientando no Programa de Ecologia e Recursos Naturais da Universidade Estadual do Norte Fluminense, Guilherme Campos Valvasori, que concluiu com êxito sua dissertação de mestrado em Março de 2018.

Agora, com base nas pesquisas realizadas em seu mestrado, Guilherme Valvasori e  Daniel Morris lançam esse trabalho que mistura informações científicas em linguagem acessível a todo tipo de público e belas ilustrações como a da capa que aparece logo abaixo.

cartilha belisário

Esse tipo de esforço deixa evidente os riscos que correremos se a guerra já declarada às universidades públicas não for enfrentada com o devido vigor. É que sem universidades públicas não haverá nada em termos de conhecimento que possa ser difundido, pois simplesmente não haverá geração de conhecimento.

Quem desejar ter acesso ao conteúdo completo da cartilha “Belisário: em busca de harmonia entre o homem e a Serra do Brigadeiro”, basta clicar [Aqui!]

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s