Tsulama da Vale em Brumadinho: para não deixar cair na impunidade

vale

O vídeo abaixo mostra o momento em que a onda de rejeitos que escapavam os reservatórios da Vale em Brumadinho (MG) atingiu as instalações da empresa e de uma comunidade próxima.  As cenas que aparecem no vídeo mostram a corrida desesperada de trabalhadores da empresa,  e o reconhecimento deles de que aqueles não conseguiram alcançar um lugar seguro em tempo de se salvarem simplesmente morreram.  

Estou postando este vídeo para que fique marcada a responsabilidade da Vale e de seus controladores na tragédia ambiental e especialmente humana que ocorreu hoje em Brumadinho.

Tivesse a Vale adotado novas posturas e protocolos de segurança para impedir a  repetição do Tsulama da Samarco (Vale + BHP)  que destruiu Bento Rodrigues em 2015, hoje o Brasil e o mundo não estariam presenciando as cenas de destruição do Tsulama da Vale em Brumadinho. 

Agora o que deve se cobrar é a apuração das responsabilidades e a punição exemplar dos responsáveis. E essa punição envolverá o estabelecimeto de ritos jurídicos que impeçam a repetição das mesmas estratégias de procrastinação que foram adotadas no caso de Bento Rodrigues.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s